Madrugada com violência em Caicó: Bandidos agridem e roubam mãe de juíza e dona do 2º Cartório de notas...


Por Jair Sampaio - Nem mesmo as pessoas de fé pública são repeitadas pelos bandidos. Segundo informações colhidas pelo blog Jair Sampaio, a Tabeliã "Francisca Eva Diógenes Ramos de Freitas", 58 anos, natural de Rodolfo Fernandes-RN, (Atualmente responsável pelo 2º Tabelionato de Notas e Ofício de Registro Civil das Pessoas Naturais de Caicó) teve a casa invadida por três bandidos nessa madrugada.

"Eva do cartório" como é mais conhecida, é mãe da Juíza eleitoral Amanda Grace Diógenes Freitas Costa Dias, esta por sua vez, esposa do médico e ex-deputado Estadual/Federal Álvaro Dias, que logo após a ação criminosa foram avisados. Em depoimento formal, Eva disse que foi espancada na cabeça pelos bandidos, que eram três, 

"Eles estraçalharam um vestido meu e fizeram capuzes, por isso ficou difícil identificá-los, mas deu para perceber que eram bastante jovens, e altos", contou.

Tudo foi à tona quando a Tabeliã chegou em casa, por volta de uma hora da manhã, após ter ido deixar uma amiga em casa. Eva disse que colocou o carro na garagem e logo foi interceptada por três homens, inclusive armados, não exitaram qualquer perigo, ao contrário, espancaram a vítima, a conduziram para o quarto da mesma e procederam a abertura do cofre, levando todos os objetos ali guardados.

Não foi repassado para a polícia o valor roubado, "Eram todas as minhas economias, não sei dizer o valor levado, mas era muito, mesmo assim agradeço a Deus por estar viva e com saúde, foram muito agressivos, sequer deixavam eu falar, além de me amarrarem no muro, me agrediram, e só depois de uma hora fui salva por um casal, após muitos gritos, eles me socorreram, inclusive chamaram a PM.

O plano: 

A polícia ainda não sabe o rumo que vão tomar as investigações, mas já sabe quem são os suspeitos, porém, para não atrapalhar as investigações, não serão citados ainda. O trio que invadiu a residência de Eva consumiu bebidas, além de fazer a festanantes da chegada da proprietária do imóvel, que apesar de demonstar tranquilidade, lamentou o ato criminoso e pediu justiça.
Reações:

0 comentários :

Postar um comentário

Obrigado por seu comentário! Ao ser aprovado será publicado.