Mais de 40 corpos recuperados em buscas por avião da AirAsia

Indonésia confirma que objetos avistados no Mar de Java são da aeronave que sofreu acidente no domingo



JACARTA — Mais de 40 corpos foram recuperados por um navio da marinha indonésia nesta terça-feira durante as buscas pelo voo QZ8501 da AirAsia, informou um porta-voz da Marinha à agência AFP.
Veja Também


— O navio de guerra Bung Tomo recuperou 40 corpos e o número cresce — disse Manahan Simorangkir.

Após quase três dias de buscas, autoridades indonésias confirmaram que os destroços localizados no Mar de Java, a sudoeste da ilha de Bornéu, pertencem ao avião desaparecido no domingo (horário local). A confirmação veio horas após a notícia de que um pescador tinha encontrado os objetos.

— Por enquanto, podemos confirmar que se trata do avião da AirAsia e o ministro de Transportes partirá em breve para Pangkalan Bun, na região onde os destroços foram detectados —, disse o diretor-geral da aviação civil da Indonésia, Djoko Murjatmodjo.

Familiares das 162 pessoas que viajavam no avião se abraçaram e choraram em Surabaya, na Indónesia, de onde o avião decolou rumo a Cingapura, ao ver pela televisão as imagens de um corpo flutuando no Mar de Java.

A Agência Nacional de Buscas e Resgate da Indonésia (Basarnas) afirmou que os pedaços da porta e de uma rampa de emergência da aeronave estavam a cerca de dez quilômetros da última posição registrada pelos radares. Dois helicópteros foram ao local para confirmar que os objetos pertenciam ao avião. Uma fragata da Marinha foi enviada para recuperar os destroços.
Imagem área mostra o que podem ser os detroços da aeronave da AirAsia - Bau Ismoyo / AFP

A mídia local informou que na área onde os objetos foram encontrados era possível ver corpos, coletes salva-vidas e bagagens.

Mais cedo, o diretor da Basarnas, Henry Bambang Soelistyo, disse que estava 95% certo de que os objetos eram do avião, acrescentando que uma sombra foi descoberta debaixo de água que parecia ser a forma de uma aeronave.

O CEO da AirAsia, Tony Fernandes, manifestou condolências às famílias:

"Meu coração está cheio de tristeza por todas as famílias envolvidas no QZ 8501. Em nome da AirAsia, minhas condolências", escreveu no Twitter.

Nesta terça-feira, as autoridades locais ampliaram a operação de busca. São 13 áreas, incluindo as águas do norte do Mar de Java, o estreito de Karimata e o norte da ilha de Bangka. Já em terra, foram acrescentadas a ilha de Belitung e o sudoeste de Bornéu.

Os Estados Unidos atenderam ao pedido de ajuda e passaram a integrar as equipes de buscas, inclusive, com o envio de um destróier USS Sampson. Ao todo, são cerca de 30 navios, 15 aviões e sete helicópteros na operação, que conta ainda com a ajuda de Malásia, Cingapura, Austrália, Coreia do Sul, Tailândia e China.

Fonte: O Globo
Reações:

0 comentários :

Postar um comentário

Obrigado por seu comentário! Ao ser aprovado será publicado.