Jovem de 23 anos confessa ter estuprado e matado idosa de 74

Mulher morava sozinha em localidade rural de Palma Sola, no Oeste de SC.
Suspeito foi preso em flagrante por estupro, latrocínio e dano qualificado.


Um jovem de 23 anos foi preso em flagrante nesta segunda-feira (9) em Palma Sola, no Oeste de Santa Catarina, suspeito de ter roubado, estuprado e matado uma idosa de 74 anos na área rural do município. Segundo a Polícia Civil, ele confessou o crime.

O jovem chegou de bicicleta a casa da idosa na localidade de Cerro Azul entre às 21 e 22h de domingo (8). De acordo com a Polícia Civil, após ter desligado o disjuntor, ele arrombou a porta da casa da mulher que era viúva e morava sozinha.
"Ela ligou para uma vizinha enquanto ele tentava entrar na casa, mas, eles não entenderam o que ela disse e relutaram", explica o delegado José Airton Stang, responsável pelo caso e que atua na
Delegacia da Mulher de São Miguel do Oeste.

Quando os vizinhos chegaram ao local, o suspeito fugiu pela janela deixando a bicicleta, um par de sandálias de dedos e um celular. A idosa foi encontrada machucada e seminua no chão da sala da própria residência. "Ela estava sem a roupa da parte de baixo do corpo", detalha o delegado Stang.
Segundo ele, o jovem deu uma paulada na cabeça da idosa. "Ele disse que usou um pedaço de madeira que estava na casa. Acreditamos que seja uma trava, utilizada pelo pessoal no interior para segurança", afirma o delegado. A mulher chegou a ser socorrida, mas morreu no hospital ainda na noite de domingo.

"Ele estava alucinado"
O suspeito fugiu do local do crime a pé. "Por onde ele passava ia apedrejando casas de vizinho; provocou um pequeno incêndio em uma parada de ônibus; jogou uma pedra contra a viatura da PM, que por pouco não atingiu o policial que dirigia. Ele estava alucinado", conta o delegado.
De acordo com a Polícia Civil, a mulher era conhecida na cidade e o crime causou revolta entre os moradores que ajudaram a polícia nas buscas. O suspeito foi encontrado na manhã desta segunda-feira e conduzido para a delegacia de Dionísio Cerqueira, onde foi ouvido. Segundo o delegado responsável pelo caso, alguns moradores da comunidade queriam agredir o suspeito.

"Ele confessou e demonstrou ser muito frio e calculista. Em nenhum momento demostrou ter remorso. Alegou que é usuário de droga e que havia ingerido bebida alcoólica. Ele foi indiciado por estupro qualificado pela morte, latrocínio e dano qualificado contra a viatura da PM", afirma o delegado José Airton Stang. A polícia encontrou uma aliança de outro e R$ 525 com o suspeito. “Ele disse que é dele, mas acreditamos que era da idosa”, diz o delegado.

Fonte: rbs tv
Reações:

0 comentários :

Postar um comentário

Obrigado por seu comentário! Ao ser aprovado será publicado.