Presidiários saem das celas, escalam até o telhado dos pavilhões e realizam rebelião; agentes e PM cercam o local

A esposa de um dos presidiários, falou ao Diário do Sertão que a manifestação é pacífica, porém não tem hora para acabar.


Dezenas de presidiários da Colônia Penal Agrícola do Sertão na cidade de Sousa estão realizando protesto na manhã dessa quinta-feira (26). Com faixas e cartazes na mão, os detentos subiram no teto dos pavilhões onde estão sendo feitas as manifestações. A rebelião iniciou por volta das 07:30h, no momento do banho de sol.

De acordo com os presos, está faltando assistência médica e assistência social e alimentação de qualidade na casa prisional. Além disso, os detentos também denunciam também que estão sendo espancados pelos agentes penitenciários.

Em entrevista à reportagem do Portal e TV Online Diário do Sertão, Cristiane Alves Almeida, que é esposa de um dos presidiários, falou que a manifestação é pacífica, porém não tem hora para acabar.

“Não tenho medo de denunciar, a verdade dói. Já comunicamos ao promotor de justiça e queremos que sejam apurado os casos de espancamento. O carro da escolta penitenciária que deveria ser usado na escolta, o diretor usa para passeio em João Pessoa”, falou Cristiane Alves.

Agentes penitenciários, equipes da Polícia Militar e do corpo de bombeiros estão no local para garantir a segurança na Colônia Penal.

Direção
O diretor da Colônia Penal, Daniel da Rocha Cruz, falou ao Diário do Sertão, que vai enviar nota à imprensa sobre os protestos realizados pelos detentos. "Eu sugiro à imprensa que faça um trabalho ético e profissional, logo enviarei uma nota sobre essa rebelião", falou.

Fonte: diariodosertao
Reações:

0 comentários :

Postar um comentário

Obrigado por seu comentário! Ao ser aprovado será publicado.