PMRN: SUPLENTES - Justiça decidirá sobre reprovações


Apontando “inconsistências no edital” a Associação dos Praças da Polícia Militar (Aspra/RN) vai entrar com recurso judicial, na semana que vem, questionando o edital e a avaliação psicotécnica do concurso público da Polícia Militar para soldado. “Provavelmente será uma ação civil pública, pois podemos representar todos os candidatos”, afirmou o presidente da entidade, Eduardo Canuto.  Ontem, o Comando da Polícia Militar prorrogou, até a próxima quinta-feira (16), o prazo do recurso administrativo para candidatos que foram considerados inaptos na terceira fase do certame – a avaliação médica. Dos 707 candidatos que prestaram exames de saúde, apenas 160 foram aprovados para o curso de formação.

A decisão de prorrogar o prazo para contestação dos resutlados foi tomada em reunião no fim da tarde de ontem (10), entre o comando, a Junta Médica da PMRN e deputados integrantes da Comissão de Saúde da Assembleia Legislativa, após questionamentos dos reprovados.Na última quinta-feira (9), a Assembleia Legislativa recomendou que a PMRN anulasse o resultado do psicotécnico. Ontem, após a reunião, o presidente da Comissão de Saúde da Casa, deputado Álvaro Dias, avaliou que a postergação do prazo até a próxima quinta-feira (17) ajudará os concursados a reduzirem os índices de reprovação. Enquanto isso, os 160 aprovados na seleção médica deverão aguardar até o julgamento dos recursos para serem convocados para o curso de formação. De acordo com o presidente da Junta Médica da Polícia Militar, tenente-coronel Silvério Monte, o prazo de 60 dias é necessário dado o volume de recursos esperados.“É uma questão de bom senso. Não digo que é culpa de quem elaborou, mas o edital amarra muito as nossas mãos. Imagine a quantidade de recursos que teremos”, apontou. A análise, de acordo com ele, será feita pelos mesmos integrantes da Junta Médica da PMRN.


Fonte: santacruzrnonline.com
Reações:

0 comentários :

Postar um comentário

Obrigado por seu comentário! Ao ser aprovado será publicado.