Grupo espanca vigilante, picha escola e rouba equipamentos e merenda dos estudantes na PB

Homens encapuzados invadiram escola pública de Santa Rita na madrugada desta quinta-feira; ninguém foi preso


O vigilante da Escola Estadual Maria de Lourdes Araujo, situada no bairro Tibiri, em Santa Rita, foi espancado e feito refém por um grupo de assaltantes na madrugada desta quinta-feira (21). Por causa do ocorrido, as aulas desta quinta-feira foram suspensas.

De acordo com relatos do funcionário, quatro homens encapuzados invadiram a instituição de ensino e o renderam. O grupo invadiu a secretaria da escola e mexeu nos arquivos, deixando os documentos bagunçados. O quarteto também jogou tinta sobre as mesas do setor de administração e pichou o chão e as paredes da escola. Na pichação, o grupo se identifica como integrante da facção criminosa ‘Okaida’.

Após a desordem, os quatro homens fugiram levando dois computadores, uma impressora, dois aparelhos de som, dois botijões de gás e parte dos alimentos que seriam servidos como merenda para os alunos da escola. Eles também roubaram o celular e o relógio do vigilante.

Até as 7h50 nenhum funcionário da escola havia denunciado o caso a Polícia Civil, conforme informou o agente Antônio, da delegacia de Tibiri.

Às 8h, o Portal Correio entrou em contato com o comandante do 7º Batalhão de Polícia Militar, tenente-coronel Júlio César, que afirmou que iria até a escola para apurar as circunstâncias do crime. Ele adiantou que a ação dos bandidos pode ter sido facilitada pela falta de mecanismos de segurança nas escolas públicas do estado.

“Muitas escolas não possuem equipamentos de segurança e acabam ficando vulneráveis. Estou indo até o local para saber se foi o caso dessa escola e apurar os detalhes do crime”.

Nenhum suspeito de invadir a escola havia sido preso até as 8h20.


Fonte: Portal Correio
Reações:

0 comentários :

Postar um comentário

Obrigado por seu comentário! Ao ser aprovado será publicado.