Italiano preso por tráfico de drogas morre dentro de cadeia em Natal

Empresário italiano Roberto Stellati, de 57 anos, havia sido preso em abril.
Direção suspeita de infarto, mas somente perícia apontará causa da morte.

 Foi encontrado morto na madrugada deste domingo (17), dentro de uma cela na Cadeia Púbica de Natal, na Zona Norte da cidade, o empresário italiano Roberto Stellati, de 57 anos, preso em abril deste ano suspeito de tráfico de drogas.

Segundo a direção, o estrangeiro sofria de problemas cardíacos, vomitava muito e fumava bastante. “Na carceragem dele havia mais de dez detentos. Portanto, somente a perícia poderá esclarecer a causa do óbito”, afirmou o agente penitenciário Ives Ferreira, vice-diretor da unidade.

Ainda de acordo com o vice-diretor, neste período em que ficou preso o italiano recebia visitas constantes da mulher. “Recentemente, o filho dele veio visitá-lo, e ele chorou muito com a surpresa”, acrescentou.

Agentes da Delegacia Especializada em Narcóticos (Denarc) prenderam Stellati no dia 13 de abril deste ano no bairro de Ponta Negra, na Zona Sul da capital potiguar. Na ocasião, o delegado Ulisses Souza explicou que denúncias anônimas indicavam que o italiano usava um apartamento como ponto de venda de drogas. “Fomos até o local e encontramos o estrangeiro com meio quilo de cocaína, R$ 986 em dinheiro, uma balança de precisão, cadernos com anotações da venda ilegal de entorpecentes e embalagens para acondicionar a droga”, detalhou o titular da Denarc.


Ainda segundo a Polícia Civil, as investigações revelaram que Stellati era dono de uma empresa de construção chamada Alleanza. Ele morava no Brasil desde 2007 e tinha situação regular no país.


Fonte: InterTv
Reações:

0 comentários :

Postar um comentário

Obrigado por seu comentário! Ao ser aprovado será publicado.