Homem que respondia por estupro é morto e polícia não descarta vingança, na PB

Polícia Civil investiga o caso e disse que crime também pode ter ocorrido durante um assalto; ninguém havia se pronunciado como testemunha da ocorrência.

Um homem de cerca de 35 anos, que já havia sido detido em 2014 sob suspeita de estupro de um garoto de 13 anos, que sofre de problemas mentais, foi executado a tiros na noite desta segunda-feira (15), na Zona Rural do município de Sertãozinho, no Agreste da Paraíba, a 76 km de João Pessoa. A Polícia Civil investiga o caso e uma das hipóteses de motivação do crime seria vingança de familiares do menor que teria sido abusado sexualmente.


Segundo a Polícia Civil da cidade, apesar da possibilidade de represália não poder ser descartada, o fato seria pouco provável, devido às características pacíficas da família do garoto.

O crime ocorreu no Sítio Mascate, local no qual a vítima tinha uma pequena propriedade. De acordo com a polícia, o homem assassinado respondia ao processo de estupro em liberdade e não exercia profissão fixa. Como ele possuía alguns bens, como uma motocicleta, os policiais também acreditam que pode ter ocorrido um assalto.

Seria feita uma perícia no local do crime por agentes do Instituto de Polícia Científica. Após os trabalhos, o corpo seria direcionado ao Instituto Médico Legal de Guarabira, no Brejo. As investigações continuariam e ninguém havia se pronunciado como testemunha do homicídio. Ainda não se sabia como a ação criminosa foi praticada o quem seria(m) o(s) suspeito(s).


Fonte: portalcorreio
Reações:

0 comentários :

Postar um comentário

Obrigado por seu comentário! Ao ser aprovado será publicado.