Natal: Guardas municipais montam acampamento em frente à Prefeitura

A greve dos guardas municipais entra para o 30º dia nesta quinta-feira (11), mas o município não chegou a um acordo com a categoria, que pleiteia o envio do plano de cargos e carreira dos 470 profissionais que atuam em Natal para votação na Câmara Municipal.

Os guardas montaram acampamento, na manhã desta segunda-feira (8) em frente ao Palácio Felipe Camarão, numa tentativa de pressionar a prefeitura, que vem alegando o limite imposto pela Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF) em relação ao comprometimento da receita pela folha de pagamento do funcionalismo público municipal.

A presidente do Sindguardas, Margarete Vieira, disse que em uma reunião com o chefe do Gabinete Civil, Jonny Costa, na tarde da sexta-feira (5), o Sindicato apresentou um estudo que mostra o remanejamento e créditos suplementares desde 2014 por excesso de arrecadação. "Desde o ano passado o município arrecadou cerca de R$ 39 milhões a mais do que o previsto", disse ela.

Segundo ela, a alegação do município também não procede, porque não existe, no primeiro momento, grande impacto financeiro para a folha dos guardas municipais, porque no primeiro momento o reflexo ocorre somente na matriz salarial, "com um acréscimo mensal de apenas R$ 138 mil". O restante do plano de carreira, acrescentou, "será implementado em três etapas".


Fonte: tribunadonorte
Reações:

0 comentários :

Postar um comentário

Obrigado por seu comentário! Ao ser aprovado será publicado.