Mulher é presa suspeita de fingir ser veterinária e realizar consultas na PB

Jovem usava CRMV falso e fazia consultas em domicílio, diz delegado.
Namorado também foi preso suspeito de falsificar receituários.



Duas pessoas foram presas na tarde desta sexta-feira (3), em João Pessoa, suspeitas de estelionato. Segundo a Polícia Civil, uma mulher, de 27 anos, e o namorado dela, de 26, utilizavam documentos falsificados para realizar consultas veterinárias e prescrição de medicamentos no município.
De acordo com o titular da Delegacia de Defraudações e Falsificações de João Pessoa, Lucas Sá, a prisão aconteceu no bairro de Tambauzinho, após a mulher realizar uma consulta. A denúncia foi feita pela veterinária que estava tendo o número no Conselho Regional de Medicina Veterinária (CRMV) usado indevidamente.

A investigação sobre a atuação da falsa veterinária e do namorado dela começou há quatro dias, depois que a Polícia Civil recebeu as denúncias. O namorado é suspeito de ser o responsável por falsificar os receituários prescritos durante as consultas.

De acordo com o delegado, clientes relataram que animais morreram depois que a falta veterinária fez os atendimentos. Ela realizava as consultas em domicílio. "A gente foi procurado pela verdadeira veterinária que descobriu que o registro dela estava sendo utilizado de forma indevida, monitoramos as redes sociais e confirmamos que havia a suspeita da prática", disse Lucas.

O delegado explica que a polícia passou a investigar a suspeita e, ao descobrir que na tarde desta sexta haveria uma consulta, a polícia aguardou a mulher realizar o atendimento e realizou a prisão em flagrante. "Montamos uma campana próximo a casa da cliente, a suspeita compareceu a consulta, confirmamos a situação e realizamos a prisão", descreveu o delegado.

A mulher e o namorado foram levados para a Central de Polícia, para prestar depoimentos, e depois devem ser encaminhados para presídios de João Pessoa. Ainda segundo Lucas Sá, a suspeita disse que gostava de animais e que por isso decidiu cuidar dos bichos. A polícia pede que as pessoas que possam ter sido vítimas do golpe que compareçam até a delegacia para reconhece os suspeitos e reforçar as denúncias.


Fonte: tv paraíba
Reações:

0 comentários :

Postar um comentário

Obrigado por seu comentário! Ao ser aprovado será publicado.