GOVERNADOR CLASSIFICA POSSÍVEL MOVIMENTO DA PM COMO INCOMPREENSÍVEL

Resultado de imagem para governador rn robinson

Por Glaucia Paiva

Em entrevista à uma rádio em Caicó, o Governador do Estado, Robinson Faria, classificou um possível movimento da Polícia Militar como incompreensível. Indagado pelo radialista sobre o movimento da PM programado para a próxima quarta-feira (5) em frente ao Centro Administrativo, o Governador afirmou ser incompreensiva a polícia. “É incompreensiva a polícia, pois eu acabei de promover 1.380 policiais militares e acabei de promover 800 policiais civis”, disse o Governador. “Tô pagando as diárias operacionais dos policiais pela primeira vez na história. Só se pagava em época de carnatal, na festa de elite lá em Natal, uma vez por ano”, continuou a argumentar o Governador.

Ainda de acordo com o Governador, há também a revisão do Estatuto e do Código de Ética da Polícia Militar, adequando ao estado democrático. “Não posso aceitar que a polícia militar ainda pense em ter movimentos dessa natureza”, disse o Governador.

Durante a entrevista, o radialista informou que os militares reconhecem as promoções, mas reclamam da falta da implantação dos vencimentos da atual graduação, muitas atrasadas há cerca de três anos. De acordo com o Governador, a implantação dos vencimentos não foi realizada devido à fiscalização dos órgãos de controle.

No entanto, de acordo com informações extra oficiais colhidas, as promoções efetivadas na Polícia Civil do RN, ocorridas após as da Polícia Militar já teriam sido implantadas nos contracheques do mês de julho para todos os promovidos, gerando insatisfação por parte dos militares, uma vez que, apesar de fazerem parte do sistema de segurança pública do estado, as forças policiais estão com tratamentos diferenciados em relações às mesmas reivindicações. Como no caso das promoções feitas na Polícia Civil que obedeceram as promoções por tempo de serviço sem necessidade de substituição de vagas oriundas por aposentadoria e morte de outros servidores, como ocorreu com a Polícia Militar.

Militares permanecem com assembleia geral marcada para o dia 5 de agosto

Mesmo com as declarações do Governador do Estado, os policiais militares do RN permanecem com Assembleia Geral marcada para a próxima quarta-feira (5) no Centro Administrativo, a partir das 8 horas.

“Antes de fazer novas leis, como o Estatuto e o Código de Ética, espera-se que primeiro sejam cumpridas as já existentes, como a Lei de Promoção e a Lei do Subsídio”, disse um policial militar na rede social do Whatsapp.

Durante a concentração prevista para a próxima quarta (5), as associações cogitam a retomada do acampamento em frente à sede do executivo estadual como forma de reivindicar a implantação dos direitos já previstos em lei dos policiais militares.
Reações:

0 comentários :

Postar um comentário

Obrigado por seu comentário! Ao ser aprovado será publicado.