Menores de idade, gêmeos são reconhecidos por vítimas de estupros!

Terceiro preso tem 22 anos e já responde por homicídio, segundo a polícia.
Natal teve três casos de estupros coletivos em 30 dias.

Os dois menores de idade detidos na manhã desta quinta-feira (20) e reconhecidos pelas vítimas de estupros coletivos em Natal são gêmeos. A informação foi confirmada pela Polícia Civil. O terceiro preso é Alexsandro Faustino do Nascimento, de 22 anos. Ele responde por porte ilegal de arma de fogo e por um homicídio na cidade de Parnamirim, na Grande Natal. Nesse crime, além de matar, ele, de acordo com a polícia, ateou fogo no corpo da vítima. Alexsandro também foi reconhecido pelas vítimas.

Os três foram detidos no bairro Felipe Camarão. Eles foram levados para a delegacia e reconhecido pelas três vítimas dos estupros coletivos que aconteceram entre os dias 17 de julho e 15 de agosto na capital potiguar.

Estupros
O primeiro caso de estupro coletivo ocorrido no San Vale foi registrado no dia 17 de julho. Um casal em uma motocicleta foi abordado por suspeitos que pararam o veículo após jogarem um pedaço de madeira na pista.

As vítimas foram rendidas e levadas para um matagal, onde aconteceu o abuso. Os suspeitos do crime fugiram na motocicleta do casal e em um cavalo. No dia seguinte, a Polícia Civil divulgou o retrato falado de um dos suspeitos, feito com base no depoimento da vítima.

O segundo caso, também ocorrido no conjunto San Vale, foi no dia 8 deste mês. De acordo com a PM, três homens fizeram uma armadilha com arame farpado para parar um motociclista que levava uma mulher na garupa. Os bandidos colocaram o arame estirado de um poste até uma árvore, atravessando a pista. O rapaz que conduzia a moto não viu o arame e foi atingido no peito. Ele acabou perdendo o controle do veículo e o casal caiu.

Em seguida, o homem e a mulher foram arrastados para dentro de uma região de mata fechada. O jovem foi agredido e a garota, violentada. Neste caso, a mulher identificou um dos agressores como sendo o mesmo do retrato falado divulgado pela Polícia Civil.

O terceiro caso de estupro aconteceu no dia 15 de agosto em uma estrada de terra que liga os bairros de Felipe Camarão e Planalto. A vítima, uma jovem de 18 anos, foi levada para um matagal e abusada sexualmente por três homens. Segundo a Polícia Militar, a jovem estava acompanhada do namorado em uma motocicleta quando os criminosos surpreenderam o casal. Em meio ao matagal, o homem foi amarrado. Na fuga, os estupradores levaram a moto.


Fonte: intertv
Reações:

0 comentários :

Postar um comentário

Obrigado por seu comentário! Ao ser aprovado será publicado.