Policiais rodoviários federais podem iniciar greve a partir do próximo sábado

Agentes da PRF estipularam um prazo de até a próxima sexta-feira para que o Governo Federal apresente uma contraproposta sobre as reivindicações exigidas pela categoria.

Em assembleia que ocorreu na tarde da segunda-feira passada, 17, em Natal, agentes da Polícia Rodoviária Federal (PRF) estipularam um prazo de até a próxima sexta-feira para que o Governo Federal apresente uma contraproposta sobre as reivindicações exigidas pela categoria. Desde a realização da reunião, os servidores já contam como um estado de greve, o que significa que a categoria pode decidir pelo movimento em caso da ausência de resposta.

De acordo com o inspetor da PRF, Carlos Kléber, a greve da categoria se dá de forma diferente das demais. “Temos um certo cuidado por se tratar de um setor de segurança pública, então, em vez de paralisar as atividades, nós intensificamos as fiscalizações, o que de certa forma atrasa o trânsito nas rodovias e chama atenção, pois paramos todos os veículos”, explicou o inspetor.

A categoria apresenta como pauta principal a reestruturação de carreira, de funções administrativas, reajuste salarial, entre outros pontos. “Não temos como afirmar agora como serão as atividades, casa seja decidido pela greve, vamos aguardar as orientações do Sindicato, mas caso o Governo não ofereça contraproposta, já pode começar do próximo sábado”, continuou.

Segundo o inspetor Carlos Kléber, não há uma nova assembleia marcada, mas o Sindicato dos Policiais Rodoviários Federais (SINDPRF-RN) segue as decisões nacionais da categoria, que deve orientar sobre as próximas atividades.


Fonte: gazetadooeste
Reações:

0 comentários :

Postar um comentário

Obrigado por seu comentário! Ao ser aprovado será publicado.