Alcaçuz: PCC exige TV, ventilador, fogão e mais regalias e ameaça fazer rebelião

Os presos do Presídio Rogério Coutinho Madruga, anexo da penitenciária de Alcaçuz, entregaram uma carta à direção da unidade, na qual fazem uma série de exigências. A carta é assinada pelo Primeiro Comando da Capital (PCC). Entre os pedidos estão a entrada de TV, ventilador, fogão, salgados e outras regalias.

No total, são 13 itens que os presos querem para não promoverem rebeliões nas unidades prisionais. Na carta, eles afirmam que fazem as solicitações de maneira democrática e pacífica. No entanto, deram prazo de oito dias para que as solicitações sejam atendidas.
Vinhemos reivindicar da melhor forma possível da melhoria da unidade carcerária e caso esta petição não for atendida na forma que estamos reivindicando, iremos faser acontecer da forma que nois sabe faser, paralisando o Nordeste e fasendo rebeliões em todas as cadeias. E assim vocês verão que nois somos a maioria em todo o Brasil e não a minoria que o secretário do Estado do Rio Grande do Norte falou [sic]”, escreveram os presos na carta.
Ainda no papel entregue pelos presos eles elencam os 13 itens que querem, começando por visita íntima televisão, ventilador, pois de acordo com eles a unidade é bastante “calorosa”, bem como fogão de mola, rádio de pilha, aumento do almoço nos dias de visita, entrada de salgados, cigarros, fumo, isqueiros, entrada de materiais artesanais, entrada dos filhos, entrada de sucos e ainda a energia ligada 24 horas.
A reportagem do Portal BO procurou a Secretaria Estadual de Justiça e Cidadania e foi informada que esse tipo de exigência é feita de maneira constante pelos presos. No entanto, o Sistema Penitenciário, de acordo com a assessoria da Sejuc, atual de acordo com o que estabelece a Lei de Execução Penal, atendendo aos direitos dos presos que são estabelecidos por ela, sem ceder nenhum tipo de regalia.
Reações:

0 comentários :

Postar um comentário

Obrigado por seu comentário! Ao ser aprovado será publicado.