Governo do RN estaria se esquivando de cumprir acordo com a PM/BM?

Não gostamos do que estamos vendo!

O Governo do RN está protelando as promoções dos policiais e bombeiros militares” disse Lira, Presidente da ASSPRA.

 Governo formaliza acordo com militares e assegura cumprimento de demandas

Não vemos de fato nada acontecer. Segundo os Comandos das corporações militares estaduais tudo estaria pronto para ser publicado. Mas, esta morosidade e procrastinação não está cheirando bem” completou.

Por ocasião do acampamento realizado pela categoria em frente à Governadoria, ficou acertado com os líderes do Governo que:

a)        as promoções, via administrativa, se dariam em 04 (quatro) datas: 25 de agosto e 25 de dezembro deste ano, e ainda, em 21 de abril e 25 de agosto de 2016;

b)        que os promovidos em abril/2015 receberão em folha extra no próximo dia 11/setembro a diferença salarial que lhes é devida;

c)    que os promovidos em 2012, 2013 e 2014 teriam a implantação da remuneração de acordo com a graduação efetuada em outubro e novembro.

Ocorre que, depois de acordado, nossa categoria cumpriu com sua parte e encerrou o acampamento. Ficando apenas, por questões formais, a confecção da ATA da reunião e do acordo para posterior.

Os Comandos da PM e BM afirmaram que já tinham tudo pronto para a publicação do quadro de acesso e para a realização das promoções. Contudo, alegaram que apenas fariam isso após a assinatura da ATA, pois, assim, com um documento assinado pelo Governo evitariam ser responsabilizados posteriormente. Na reunião do dia 27 de agosto, a ATA foi assinada.

No último dia 04, os dirigentes das entidades após manterem contato com os Comandos das Corporações, foram informados de que agora se estaria aguardando um Parecer da Controladoria do Estado. “Absurdo isso! Estamos sendo tratados como ‘o resto’. Somos nós que garantimos a segurança do Estado e merecemos respeito” disse Lira.

Insatisfeitos, os dirigentes se dirigiram mais uma vez à Governadoria e mantiveram contato com o Gabinete Civil e Secretaria de Segurança, onde foram informados de que estavam aguardando tal Parecer, mas que o Controlador, por questões de saúde não estaria podendo emitir o mesmo. “Com todo respeito a pessoa do Controlador, todos estamos sujeitos a problemas de saúde. Mas, o Estado é impessoal. Há outros de sua equipe aptos a substituí-lo neste momento de dificuldade. O que não pode é nosso efetivo ficar a ver navios, sem qualquer previsão do Governo” disse o representante.

Estamos desconfiados desta morosidade e do cenário que está se configurando. Ainda, soubemos nesta manhã de hoje (09) que o Tribunal de Justiça em recente decisão, estaria mudando suas decisões quanto às promoções ex-offício, o que nos é no mínimo estranho, para não dizer, preocupante. Estaremos emitindo uma nota ao longo do dia de hoje e convocando a categoria” encerrou Lira.


Fonte: ASSCOM ASSPRA

Reações:

0 comentários :

Postar um comentário

Obrigado por seu comentário! Ao ser aprovado será publicado.