Em dois dias, quatro mulheres são assassinadas na zona Oeste de Natal

A violência contra as mulheres foi acentuada neste fim de semana, em Natal. Ao todo, quatro mulheres foram assassinadas em pouco mais de 24 horas, entre noite de sábado (16) e a madrugada desta segunda-feira (19). Ninguém foi preso e não há a confirmação sobre a motivação dos casos.

O primeiro caso ocorreu no bairro do Planalto, na zona Oeste de Natal, na noite de sábado (17). Uma adolescente de 17 anos, identificada como Jeane Rocha, foi morta a tiros em um terreno baldio. O socorro chegou a ser acionado quando a vítima ainda estava viva. No entanto, ela não resistiu e morreu no local.

Também na zona Oeste, por volta das 13h, uma mulher de 25 anos, identificada como Jacimaria Nascimento Vasconcelos, foi morta. O crime ocorreu no Bairro Nordeste, quando dois homens em uma motocicleta abordaram a vítima na calçada e efetuaram o disparo na cabeça, matando Jacimaria na hora. Ela era uma das testemunhas da operação Citronela e tinha ligação com Joel do Mosquito.

No período da noite de ontem, outra mulher foi executada a tiros, no bairro de Felipe Camarão, também na zona Oeste da capital. A vítima, ainda não identificada, caminhava quando foi abordada no cruzamento da rua São Nicolau com a travessa Pai Celestial. Informações preliminares dão conta de que dois homens em uma motocicleta teria efetuados tiros na cabeça da mulher, de 26 anos, que morreu no local.

Já na manhã de hoje (19), uma mulher foi encontrada morta em uma estrada carroçável no Guarapes. A vítima, também não identificada, foi morta com cutiladas no pescoço e abdômen. Ninguém foi preso e ainda não há a confirmação sobre a identidade da mulher.

Todos os crimes serão apurados pela Delegacia de Homicídios de Natal.




Fonte: tribunadonorte
Reações:

0 comentários :

Postar um comentário

Obrigado por seu comentário! Ao ser aprovado será publicado.