Morre policial civil que foi baleado em troca de tiros com suspeitos de assaltos na Paraíba

Agente foi atingido com três tiros e um deles atingiu o abdômen do policial civil


O agente da Polícia Civil da Paraíba, Marcos Vinicius Paulo, de 42 anos, que foi baleado no final da de ontem, terça-feira (6), na cidade de Puxinanã, a 148 km de João Pessoa, durante uma troca de tiros com suspeitos de assaltos, não resistiu aos ferimentos e morreu horas depois receber atendimento médico. Além do policial, dois suspeitos foram baleados. Um dos suspeitos também morreu, enquanto o outro segue internado no Hospital de Emergência e Trauma de Campina Grande, sob custódia da polícia. Esse é o sétimo policial morto este ano na Paraíba.


Segundo o superintendente regional da Polícia Civil em Campina Grande, delegado Luciano Soares, a equipe de investigação do Núcleo de Homicídios de Esperança estava fazendo levantamento na cidade quando os agentes cercaram uma casa. No imóvel estavam três pessoas, entre elas uma mulher. Ela não foi atingida pelos tiros, conforme o delegado.

Os suspeitos efetuaram tiros contra os policiais, que revidaram. O agente foi atingido com três tiros e um deles atingiu o abdômen do policial civil. Ele foi socorrido para o Hospital de Emergência e Trauma de Campina Grande onde passou por cirurgia, mas veio a óbito.

Dois suspeitos também foram baleados e levados para o Trauma-CG. Com eles, a polícia encontrou um revólver calibre 380 e um pistola 765. Também foram apreendidas duas motocicletas, rodas de carro, perfumes e roupas novas, ainda nas embalagens. A polícia acredita que o material seja fruto de roubos.



Fonte: portalcorreio
Reações:

0 comentários :

Postar um comentário

Obrigado por seu comentário! Ao ser aprovado será publicado.