Raptado há 16 dias, corpo de adolescente é encontrado em Pendências



A ossada humana encontrada ontem, sexta-feira (09) na zona rural de Pendências, região oeste potiguar, foi identificada por um familiar da vítima. Segundo informações, o corpo é do adolescente Yago Felipe da Silva Santos, de 16 anos, que havia sido raptado por quatro homens encapuzados no último dia 23 deste mês em sua residência, na cidade de Macau, região da Costa Branca.

Segundo o agente de polícia civil, Maronis, a ossada foi identificada por uma prima da vítima através de uma tatuagem em um dos braços, que estava escrito o nome da mãe do jovem, e uma atadura que  estava enrolada no pé do mesmo, devido um ferimento que o jovem tinha.



"O corpo foi identificado por tia que foi ao local", informou o agente. Em conversa, com nossa reportagem, o policial, explicou que um tio do jovem foi morto na madrugada desta sexta em Macau.

O caso será investigado pelo delegado titular da Delegacia de Polícia Civil de Macau, Demontie Falcão e até o momento não se sabe o que teria motivado o crime.

O cadáver do jovem foi encontrado por um morador por volta das 6h desta sexta-feira, em uma área descampada, próximo a estrada do óleo, que liga Pendências à comunidade de "Mulungu", zona rural de Pendências.

No dia 23 de setembro, o adolescente Yago Felipe foi raptado por quatro homens encapuzados de dentro de sua casa. A cena foi presenciada por um irmão da vítima, que realizou a denúncia junto à Delegacia de Macau.

Segundo depoimento do familiar, o rapaz estava em casa quando quatro homens encapuzados e armados chegaram em um carro, invadiram a residência, e levaram o garoto. Ao Mossoró Hoje, o tenente PM Inácio disse que o adolescente é bastante conhecido pela polícia, devido aos crimes de furtos que ele costuma praticar na cidade.

De acordo com a polícia civil, o menor pratica este tipo de delito desde os 12 anos. Ele, inclusive, já foi internado diversas vezes no Centro Educacional para Menores Infratores (CEDUC) de Mossoró.


Fonte: mossorohoje
Reações:

0 comentários :

Postar um comentário

Obrigado por seu comentário! Ao ser aprovado será publicado.