Sete pessoas morrem nas rodovias federais do RN durante feriadão; oito são presos

O feriado prolongado do dia de Nossa Senhora Aparecida foi violento nas rodovias federais que cruzam o Rio Grande do Norte. Entre a sexta-feira (9) e ontem (12), foram registrados 23 acidentes, com 26 pessoas feridas e sete mortos. Polícia Rodoviária Federal prendeu oito pessoas

A maior parte das mortes ocorreu na BR-304, que liga Natal a Mossoró. Duas pessoas morreram, entre elas um turista alemão, em uma colisão frontal, em Mossoró. O Ford Ka em que estavam as vítimas bateu de frente ao mudar de faixa para evitar o choque com um Corolla que fazia ultrapassagem em local proibido. Na manobra, o Ka atingiu um Siena e dois dos três ocupantes do Ford morreram.

Ainda na BR-304, uma pessoa morreu atropelada em Santa Maria, outra morreu em uma queda de moto no município de Lajes, e a quinta vítima da BR-304 morreu em outra colisão frontal, dessa vez na ponte de Assu.

Os outros dois óbitos ocorreram em Patu e Acari. Na BR-226, três adolescentes em uma motocicleta caíram do veículo quando saíam de uma festa e uma jovem de 17 anos morreu. Já em Acari, na BR-427, um motociclista morreu ao bater de frente com um Ecosport quando mudou de faixa.

Prisões

Ainda durante o feriado, a PRF realizou 700 testes do bafômetro e autuou 24 motoristas por embriaguez no trânsito. Quatro foram presos.

Ontem, durante a manifestação devido ao fechamento da Festa do Boi, mais quatro pessoas foram presas. Destas, duas pessoas foram detidas por desacato e agressões a policiais, quando jogaram pedras e grades nos inspetores que organizavam o fluxo na BR-101.

No mesmo local, outra pessoa foi presa por conduzir sob efeito de álcool uma motocicleta. Após ser submetido ao teste de bafômetro, foi constatado o teor alcoólico de 1,06 mg/l, o que corresponde a mais de 20 vezes o limite permitido.

Ainda na BR-101, a PRF prendeu, em frente ao Parque Aristófanes Fernandes, um servente de pedreiro de 40 anos que tinha um mandado de prisão em aberto por prática de estupro. O homem tinha condenação a 7 anos e 6 meses de prisão e foi detido ao ameaçar um vendedor ambulante.



Fonte: tribunadonorte

Reações:

0 comentários :

Postar um comentário

Obrigado por seu comentário! Ao ser aprovado será publicado.