Disque-denúncia dá recompensa por pistas sobre assassino de menina

Criança de 11 anos foi esquartejada e incinerada em São Domingos, no PA.
Recompensa é de R$ 1 mil por informações que levem a assassinos.

Maria Eduarda (Foto: Reprodução/ Disque-denúncia)


O Disque Denúncia de Marabá, sudeste do Pará, oferece recompensa de R$ 1 mil para quem tiver informações que leve a prisão do assassino de Maria Eduarda Felix Lourenço, 11 anos.

Após dias de buscas, o corpo de Maria Eduarda foi encontrado esquartejado e parcialmente carbonizado na segunda-feira (23), no município de São Domingos do Araguaia. O Instituto Médico Legal – IML foi acionado e o corpo foi removido para o Município de Marabá para laudo pericial.
As informações devem ser repassadas pelo Disque Denúncia de Marabá.

“Pedimos a ajuda da população que denuncie. A Central funciona de segunda a sábado, de 8h às 20h. A sua informação pode ser a peça fundamental para o esclarecimento das investigações”, disse a Coordenadora, Hellen Araújo.

O Crime
Maria Eduarda morava em São Domingos do Araguaia. Ela desapareceu no último sábado (21), por volta de 7h, após sair de casa para comprar pão e leite em uma panificadora.

Nesta terça-feira (24), a polícia ouviu mais de dez depoimentos, entre familiares, pessoas que ajudaram nas buscas e pessoas mencionadas nos depoimentos. A mãe e o padrasto de Maria Eduarda também prestaram depoimento. Equipes de São Domingos do Araguaia e de Marabá trabalham no caso.


Protesto
Por conta da demora para encontrar o corpo de Maria Eduarda, os moradores do município chegaram a protestar em frente à delegacia da cidade e interditaram, na segunda (23), um trecho da rodovia BR-153, que liga a cidade a São Geraldo do Araguaia, na divisa do estado do Pará com o Tocantins. Uma fila de congestionamento chegou a se formar nos dois lados da pista.



Fonte: redeliberal
Reações:

0 comentários :

Postar um comentário

Obrigado por seu comentário! Ao ser aprovado será publicado.