Preso é encontrado morto em penitenciária da região Seridó do RN

Corpo do detento estava dependurado no pavilhão A do Pereirão, em Caicó.
Esta é a 28ª morte ocorrida este ano dentro de presídios do estado.

Expedito Bento da Trindade, tinha 60 anos (Foto: Divulgação/Coape)

Um preso foi encontrado morto na manhã deste domingo (29) dentro da Penitenciária Estadual Desembargador Francisco Pereira da Nóbrega, o Pereirão, em Caicó, cidade da região Seridó do Rio Grande do Norte. Esta é a 28ª morte registrada no sistema prisional potiguar somente este ano.

Segundo a direção da unidade, o preso foi identificado como Expedito Bento da Trindade, de 60 anos. Ele estava dependurado pelo pescoço dentro de um banheiro do pavilhão A. Acusado de furto, Expedito era preso provisório.

Em outubro, em entrevista ao G1, o juiz Henrique Baltazar dos Santos, titular da Vara de Execuções de Natal, fez duras críticas ao governo do estado em razão das mortes que vêm ocorrendo dentro do sistema carcerário. "Em muitos casos os presos são mortos por outros detentos e eles simulam um suicídio, mas não simulam nem com tanta preocupação. Essa situação é absurda. O Estado é responsável pela vida dos presos e não está cumprindo com mais uma de suas obrigações", criticou. "Hoje, são as facções criminosas que controlam os presídios. A situação é calamitosa e eu não entendo porque o Ministério Público ainda não buscou uma intervenção federal no sistema prisional do Rio Grande do Norte", acrescentou o magistrado.
Mortes em presídios

Do total de mortes dentro do sistema prisional potiguar, 25 detentos foram assassinados a facadas ou encontrados enforcados, mortos em condições suspeitas. Outros dois morreram soterrados após o desabamento de um túnel na Penitenciária Estadual de Alcaçuz. E, no início do ano, um adolescente morreu ao ser baleado em uma unidade para cumprimento de medida socioeducativa durante uma tentativa de resgate no Ceduc de Caicó. Os números são da Coordenadoria de Análises Criminais da Secretaria Estadual de Segurança Pública.


Fonte: G1
Reações:

0 comentários :

Postar um comentário

Obrigado por seu comentário! Ao ser aprovado será publicado.