Ronda Cidadã é debatida em audiência na Câmara Municipal de Natal

Reunião teve participação de representantes dos bairros e entidades de classe.


A atuação do programa "Ronda Cidadã", que entrou em operação em Natal há pouco mais de três meses em três bairros de Natal, foi tema de uma audiência pública, realizada na manhã de hoje (12), na Câmara Municipal da cidade, pela Frente Parlamentar da Defesa Social, coordenada pelo vereador Cabo Jeoás Nascimento (PCdoB). A reunião contou com a participação de representantes dos bairros e entidades de classe, polícias Militar, Civil, bombeiros, Secretaria de Segurança do Estado e Secretaria da Mulher, Secretaria de Defesa Social do Município e Guarda Municipal.

O major Antônio Marinho, comandante do 1º Batalhão da Polícia Militar, explicou que o programa está implantado nos bairros de Mãe Luíza, Petrópolis e Areia Preta de forma experimental antes de ampliar para outras áreas. "Estamos vendo diariamente as dificuldades, de que forma melhorar a atuação e corrigindo para futuramente ampliar. A iniciativa se difere porque a polícia atua em conjunto com a população. O contato é maior e não apenas para atender ocorrências. A Polícia está mais presente antes das ocorrências, prevenindo e desenvolve ação de orientação, inclusive nas escolas", declara.

São utilizados 115 policiais envolvidos no programa que atuam na prevenção e repressão qualificada e também no acolhimento e inclusão social. De acordo com o capitão Fábio Sandrini, comandante da 1ª Companhia do 1° Batalhão da AISP (Área Integrada de Segurança Pública), que compreende os três bairros, em pouco mais de três meses de programa já se observa a redução nas ocorrências. "Estamos devolvendo a sensação de segurança à população. Houve redução da criminalidade nesses bairros, com mais apreensão de armas e drogas e o desenvolvimento de ações de prevenção", enfatiza.

Para o presidente da Frente Parlamentar, Cabo Jeoás, o programa está dando certo e precisa ser incentivado, fortalecido e ampliado para toda a região metropolitana. "Estamos levando o debate da segurança pública para toda a região metropolitana e o 'Ronda Cidadã' é uma ideia que deve ser ampliada. Hoje foram apontadas várias demandas identificadas por gestores do programa que estão mais próximos da população, como a falta de iluminação pública, áreas e prédios abandonados, mal funcionamentos de escolas, apoio com a alimentação de policiais. Tudo isso está envolvido com a prevenção de crimes e maior segurança para a população", disse o parlamentar que pretende levar estas demandas ao Executivo para que apoie o trabalho da Ronda com a participação de cada secretaria correspondente à demanda apontada.

*Texto: Cláudio Oliveira (Assessoria / CMN)

Reações:

0 comentários :

Postar um comentário

Obrigado por seu comentário! Ao ser aprovado será publicado.