Após paralisação geral, Itep volta a recolher corpos no RN

14 corpos deixaram de ser recolhidos na Grande Natal durante greve geral.
Na madrugada desta quinta (17), 30% dos servidores voltaram a trabalhar.
Servidores do Itep decidiram parar de recolher corpos no RN (Foto: Divulgação/Sinpol)
Com a paralisação geral das atividades dos servidores do Instituto Técnico e Científico de Polícia do Rio Grande do Norte (Itep), 14 corpos deixaram de ser recolhidos entre a tarde e a noite desta quarta-feira (16) na Grande Natal. À 0h, o serviço voltou a funcionar de acordo com a legislação, com 30% dos servidores trabalhando.

Segundo Paulo César de Macedo, presidente do Sindicato dos Policiais Civis e Servidores da Segurança Pública do RN (Sinpol), 10 corpos deixaram de ser recolhidos em hospitais e 4 nas ruas. "Os servidores voltaram a trabalhar e nós não queremos prejudicar a população. O recolhimento de corpos nas ruas é um serviço essencial. Contamos que o sindicato tenha essa sensibilidade.

Esperamos que a greve de ontem não se repita", disse Odair Júnior, diretor do Itep. Em Mossoró, cidade da região Oeste potiguar, 30% dos servidores continuaram trabalhando durante a paralisação geral na capital.

O presidente do Sinpol informou que a greve geral pode retornar. "Existe a possibilidade de paralisação geral dos servidores do Itep novamente", disse. A paralisação foi feita porque a categoria solicitou uma reunião com o governador Robinson Faria e não foi recebida, além de receber a confirmação de que o governo pretende enviar uma minuta que deixa de fora a maioria dos servidores do órgão.

"O objetivo do encontro é saber do governador se ele vai enviar para a Assembleia Legislativa a minuta que exclui cerca de 500 servidores, trazendo um prejuízo sem tamanho para a vida dessas pessoas que, ao longo de décadas, se doaram para manter o funcionamento do Itep", afirmou o presidente do Sinpol.


Fonte: intertv
Reações:

0 comentários :

Postar um comentário

Obrigado por seu comentário! Ao ser aprovado será publicado.