ASSPRA EXPÕE REALIDADE DO AGRESTE E TRAIRÍ AO NOVO COMANDANTE DA PMRN


No último dia 25, em reunião das Associações de Praças com o novo Comandante Geral da PMRN, o Cel. Dancleiton Pereira Leite, o presidente da ASSPRA, Soldado Lira, expôs a realidade vivenciada pelas praças do Agreste e Trairí de nosso Estado.

“Fiz questão de expor ao novo Comandante diversas situações trazidas por nossos associados da ASSPRA. Situações para as quais se faz necessária a sua intervenção a fim de propiciar solução aos problemas verificados” afirmou Lira.

Dentre os assuntos apresentados por Lira ao Comandante Geral, estão:

1. CONDIÇÕES DE TRABALHO NA CADEIA PÚBLICA DE NOVA CRUZ/RN

Lira: “Informei sobre as recentes fugas e rebeliões, das atuais condições das guaritas e dos quartos-de-hora praticados de 3h de folga por 3h de serviço, o que fere o RISG, defendendo ainda a retirada dos PMs das guaritas o que caracteriza desvio de função do efetivo”.

O Comandante concordou que estes quartos-de-hora são absurdos, que guarita não é lugar de PM e que buscará soluções ao caso.


2. VALES-ALIMENTAÇÃO

Lira: “Cientifiquei o Comandante que em nossa região, atualmente, apenas a sede do 8° BPM recebe vales-alimentação. Ainda, que em algumas Companhias da área, a exemplo de Canguaretama, chega a faltar alimentação ao efetivo de serviço, obrigando os policiais a “desenrolarem” a alimentação. Por fim, apresentei a realidade das cidades onde a Prefeitura é quem “banca” a alimentação do efetivo, relatando alguns casos como os de Serrinha, Pedro Velho e Lagoa D’antas, onde após “desagradar” os gestores municipais a alimentação do efetivo foi cortada, deixando o efetivo de serviço sem ter o que comer”.

O Cel. Dancleiton demonstrou preocupação com o caso e informou que já solicitou a DAL um projeto para a expansão dos vales ao interior.

3.  MANUTENÇÃO DE VIATURAS

Lira: “Apresentamos ao Comandante a necessidade de que seja viabilizada a manutenção das viaturas, relatando alguns casos que nos foram informados por sócios de ocasiões onde nossos policiais têm que concertar as viaturas com recursos próprios, ou se sujeitar a troca de favores com políticos ou comerciantes locais”.

Segundo o Comandante, ele já está ciente destes casos e buscará medidas para sanar o problema.


4.  DESCENTRALIZAÇÃO DOS POSTOS DE ABASTECIMENTO

Lira: “Solicitei ao Comandante neste problema. Embora a solução esteja sediada a nível de Governo, a atuação do Comando pode auxiliar na solução deste problema. É absurdo uma viatura se deslocar quase 150km (ida e volta) para abastecer 25 litros de combustível. Há um desgaste humano e veicular desnecessário, além de que não fica quase nada de combustível ao fim do trajeto. O que resulta na necessidade de reabastecimento diário, além de deixar a população desguarnecida por horas”.

Para o Comandante este cenário tem que mudar e prontificou-se a buscar solução nas esferas de governo.

Segundo o dirigente, outros problemas pontuais foram abordados a fim de propiciar um melhor diagnóstico da situação vivenciadas pelas praças da PMRN no Agreste e Trairí.

“Acredito na força do diálogo. O Cel. Dancleiton reafirmou a pretensão manter um diálogo aberto com as entidades, dentre elas a ASSPRA. Ele tem acompanhado nossa luta e sabe que ninguém melhor que uma Associação de Praças pode apresentar um raio-X das condições de trabalho vividas por nosso efetivo” encerrou Lira.



Fonte: ASSCOM ASSPRA
Reações:

0 comentários :

Postar um comentário

Obrigado por seu comentário! Ao ser aprovado será publicado.