DIRIGENTES PLANEJAM MOBILIZAÇÃO E DEBATEM REFORMULAÇÃO DO ESTATUTO DOS MILITARES ESTADUAIS


Após o TCE deixar explícito que não há impedimentos do órgão quanto à efetivação das promoções dos Policiais e Bombeiros Militares, os dirigentes das entidades representativas se reuniram na manhã de terça (19) para planejar e traçar estratégias em razão da Assembléia Geral Unificada do próximo dia 25, a qual poderá ser um 'divisor de águas' no processo de mobilização e luta pelo cumprimento da Lei de Promoção de Praças.


O presidente da ASSPRA, Soldado Lira, reafirma o intenso clima de apreensão pelo qual passa o efetivo da Polícia e Bombeiros Militares. “É imprescindível a participação de TODOS os militares estaduais no evento. Na Assembleia Geral Unificada (AGU) do dia 25, às 09h, EM FRENTE À GOVERNADORIA, apresentaremos ao efetivo as estratégias e ações coordenadas a fim de mostrar ao Governo e à sociedade a importância de ter Polícia e Bombeiros em favor de sua segurança, além do caos que seria não tê-los”.


Pela tarde, Lira esteve presente na Escola do Governo junto aos demais dirigentes de associações e membros da comissão responsável pela modernização das legislações da PM e CBM. Na ocasião foi discutido alguns pontos relacionados a elaboração e encaminhamento do novo Estatuto dos Militares Estaduais.

"Sem dúvidas, os modelos estruturais e normativos em exercício não condizem com a importância dos serviços prestados pela PM e CBM, além de lhes afetar o funcionamento organizacional o que incisivamente repercute de maneira negativa no que é ofertado à sociedade. Precisamos de uma PM e CBM modernizados, que apresentem melhor estrutura para o profissional e para a sociedade. Ou nos reinventamos, ou estaremos fadados ao fracasso em nossas missões” concluiu Lira.


Assessoria de Comunicação/ASSPRA

Reações:

0 comentários :

Postar um comentário

Obrigado por seu comentário! Ao ser aprovado será publicado.