Homem é morto a pedradas e decaptado por colegas de trabalho

Um crime com requintes de crueldade foi cometido por dois colegas de trabalho na noite da terça-feira (19), em uma propriedade rural na região do Córrego Barreiro, na zona rural de Camapuã, município distante 134 quilômetros de Campo Grande-MS.
O peão de fazenda Luciano da Silva, mais conhecido como “Zé Pequeno” foi morto com vários golpes de facão e pedradas pelos colegas de trabalho Alexandro Flores dos Santos, mais conhecido como “Lagoa” e Erisvaldo Soares Macedo apelidado de “Bruno”.

De acordo com a polícia, os autores confessaram que após o trabalho começaram a ingerir bebida alcoólica juntamente com a vítima. Em determinado momento Luciano se retirou do local para realizar um furto na sede da fazenda.

Após flagrarem Luciano, os autores começaram a agredi-lo com socos e pedradas. A vítima  teria revidado as agressões, então “Bruno” foi até o galpão, pegou um facão e passou a golpear a vítima várias vezes, enquanto isso, “Lagoa” desferia as pedradas. Um dos autores acabou degolando a vítima no ato. A vítima morreu no local.
Facão utilizado no crime.
Com medo de serem presos, os autores contaram que pegaram uma corda, amarraram a vítima pela perna e a puxaram até próximo um córrego com o objetivo de ocultar o corpo.

Peritos do Núcleo Regional de Perícias de Coxim foram até o local e confirmaram o crime. O corpo da vítima foi encaminhado para o Instituto Médico Legal (IML) de Campo Grande.

Os autores foram presos em flagrante e encaminhados para a Delegacia de Camapuã.



Fonte: msnoticias
Reações:

0 comentários :

Postar um comentário

Obrigado por seu comentário! Ao ser aprovado será publicado.