Mãe entrega menor suspeito de matar médico em assalto no Rio

Dois adolescentes estão apreendidos pelo crime em Irajá, em 8 de janeiro.
Mãe disse querer que a polícia cuide do filho; menor confessou participação
Helder Dias da Costa Tomé Júnior foi assassinado na noite de sexta (8) (Foto: Reprodução / Internet)

Dois menores de idade suspeitos de matar o médico Helder Dias da Costa Tomé Júnior, de 35 anos, na noite de 8 de janeiro, foram apreendidos pela polícia nesta sexta-feira (15). Segundo informações do RJTV, a dupla foi capturada depois que a mãe de um deles descobriu o envolvimento do filho de 15 anos no caso e o entregou à Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente (DPCA).

A mãe tomou a decisão de procurar a polícia assim que soube, pela filha, que o garoto havia participado do crime. Ela disse que estava entregando o menino para que a polícia cuidasse dele.
Da DPCA, mãe e filho foram levados para a Divisão de Homicídios, onde o adolescente foi ouvido, confessou a participação no crime e entregou o comparsa, de 16 anos, que já havia sido apreendido na quarta-feira (13), na Pavuna, Subúrbio do Rio, por roubo de outro carro.

O adolescente disse ainda aos policiais que ele e o cúmplice atiraram no médico e que o carro dele seria vendido por R$ 5 mil.

A principal pista que polícia tinha eram imagens de câmeras de segurança, que mostram a dupla em ação, mas a identificação dos dois não foi possível só com as imagens.

O crime
Helder foi abordado pela dupla quando passava de carro pela esquina das ruas Samoa e Coronel Teixeira, em Irajá, também no subúrbio. Ele voltava de um plantão. Ao reduzir a velocidade por causa de um quebra-molas, ele foi rendido. O médico desceu do veículo e, segundo testemunhas, mesmo sem esboçar reação, levou um tiro no peito. Os menores fugiram levando o carro da vítima.


Fonte: G1
Reações:

0 comentários :

Postar um comentário

Obrigado por seu comentário! Ao ser aprovado será publicado.