Marinha prevê concurso de 2016 com 1,3 mil vagas e salários de até R$ 2,5 mil

Na inscrição, a novidade é que o candidato deverá escolher uma entre três grandes áreas para trabalhar futuramente: Apoio, Eletroeletrônica ou Mecânica
Após especialização, o marinheiro será nomeado Cabo
O Concurso Público de Admissão às Escolas de Aprendizes-Marinheiros 2016 tem a previsão de oferecer 1.340 vagas, com rendimentos iniciais de R$ 1.617, chegando a R$ 2,5 mil após três anos vem com novidades. Nesta edição do certame, o Ensino Médio passa a ser requisito e os aprovados terão formação técnica dentro da Marinha. A data de divulgação do edital ainda será definida.


Os interessados devem ser brasileiros natos ou naturalizados, solteiros, do sexo masculino e terem entre 18 e menos de 22 anos no dia 1º de janeiro de 2017.

Na inscrição, a novidade é que o candidato deverá escolher uma entre três grandes áreas para trabalhar futuramente: Apoio, Eletroeletrônica ou Mecânica. Durante três anos, o militar atuará em uma dessas três áreas como marinheiro especializado. No terceiro ano, ele escolherá uma especialidade dentro da área escolhida.

Ao final do terceiro ano, após o curso de especialização com duração de um ano, o marinheiro será nomeado Cabo, recebendo diploma de formação técnica dentro da área escolhida, reconhecida pelo MEC, com remuneração de cerca de R$ 2,5 mil.

No concurso, com a mudança de escolaridade, a disciplina de Ciências foi substituída por Física e Química. Já Português e Matemática continuam no conteúdo programático. As demais etapas permanecerão as mesmas, como as verificações de dados biográficos, de documentos, a inspeção de saúde, o teste de aptidão física (natação e corrida) e a avaliação psicológica.



Fonte: portalcorreio
Reações:

0 comentários :

Postar um comentário

Obrigado por seu comentário! Ao ser aprovado será publicado.