Justiça faz 1ª audiência do caso de mulheres sequestradas em JP e estupradas em PE

Acusados Ivan Pedro da Silva, 43 anos, e Leonardo José de Sousa, 22 anos, participaram da audiência

Local do crime, na Zona Rural de Goiana

Ocorreu nessa terça-feira (17), na Vara Criminal do Fórum Desembargador Nunes Machado, na cidade de Goiana (PE), a primeira audiência do julgamento de Ivan Pedro da Silva, 43 anos, e Leonardo José de Sousa, 22 anos. Eles são acusados de envolvimento no sequestro e estupro de duas mulheres, sendo que uma morreu. O sequestro aconteceu em João Pessoa e o estupro em Goiana-PE. Fato ocorreu em junho de 2015. 

Vídeo abaixo



A primeira fase do julgamento durou cerca de quatro horas. Conforme o cartório da Vara Criminal do Fórum, na audiência, foram ouvidas as testemunhas de acusação, que são funcionários da usina que encontraram as mulheres e um bebê na estrada de barro. As três pessoas foram ouvidas e interpeladas pelo juiz José Gilberto de Sousa e o Ministério Público.

Ivan Pedro, Leonardo José e Patrício Nascimento participaram da audiência e permaneceram o todo com a cabeça baixa. Eles deverão ser ouvidos nas próximas fases do julgamento. Após a sessão, Ivan e Leonardo foram levados para a Penitenciária Romeu Gonçalves de Abrantes, conhecido como PB1, em João Pessoa, onde aguardam julgamento. Patrício responde em liberdade.

De acordo com a Polícia Civil, Ivan e Leonardo foram indiciados por roubo duplamente qualificado, privação da liberdade das vítimas e ainda por terem cometido os atos com o auxílio de outra pessoa. Além desses crimes, Ivan vai responder por duplo estupro, dupla tentativa de homicídio duplamente qualificada (de uma das mulheres e do bebê) e homicídio duplamente qualificado.

Crime

Duas mulheres e um bebê de menos de um ano de idade foram sequestrados em João Pessoa e levados para a cidade de Goiana, na Zona da Mata Norte de Pernambuco, em julho de 2014.

Segundo com a Polícia Civil da Paraíba, as mulheres foram espancadas e uma delas, morta. A perícia constatou que as vítimas foram estupradas. Além de ser violentada, Glória Silva, 42 anos, foi amarrada e atropelada. Ela morreu. A mulher que sobreviveu, de 31 anos, teve politraumatismo, ficou em estado de coma, passa bem. Ela já está em casa.


Fonte: portalcorreio

Reações:

0 comentários :

Postar um comentário

Obrigado por seu comentário! Ao ser aprovado será publicado.