Sargento do Bope e outros 5 suspeitos morrem em noite de tiroteios no RJ

RIO - A noite desta quinta-feira foi marcada por intensos tiroteios no Morro da Providência, na região central do Rio.
Em dois confrontos, um sargento do Batalhão de Operações Especiais (Bope) e cinco suspeitos morreram. Outros dois homens também foram baleados durante as ações. Cerca de cinco horas após o primeiro confronto — onde o sargento André Luiz Vaz Nonato foi morto —, policiais receberam a informação de que suspeitos armados estariam próximo à linha férrea da comunidade. Por volta das 23h, os PMs foram ao local, onde foram recebidos a tiros.

No fogo cruzado, um criminoso, que não teve a identificação divulgada, morreu e um suspeito foi baleado em uma das coxas. O segundo foi identificado como Leonardo Dantas. Ele foi encaminhado para um hospital da região. Nesta ação, pelo menos, duas armas foram apreendidas.

No primeiro confronto, mais cedo, militares do Bope faziam uma operação de inteligência na comunidade, quando uma Kombi da PM descaracterizada foi atacada por criminosos. O sargento foi atingido na cabeça. Ele morreu durante atendimento no Hospital Central da Polícia Militar (HCPM), no Estácio. Também feridos, os soldados João Paulo Cavalcanti e Leonardo Soares Garcez foram levados para a mesma unidade hospitalar. Segundo a polícia, eles não correm risco de morrer.
O tiroteio ocorreu na Rua Barão de Gamboa. Ao menos dez marcas de tiros eram visíveis no veículo onde estavam os policiais. Durante a ação, além dos quatro suspeitos mortos, um homem foi atingido por um dos disparos em um dos ombros. Identificado como Marlon Deivid dos Santos, de 19 anos, ele disse aos policiais que passava próximo à região onde ocorreu o confronto. Ferido, Marlon foi levado para o Hospital municipal Souza Aguiar, no Centro. Na ação, três pistolas, duas de calibre 9mm e uma de 40mm, foram apreendidas.

O intenso tiroteio assustou moradores da região. Nas redes sociais, muitos internautas orientavam à população a evitar o local. Pelo WhatsApp do GLOBO (99999-9110), um leitor informou que um helicóptero sobrevoava a região da Providência, por volta das 23h.

Durante a madrugada desta sexta-feira, policiais foram até a Delegacia de Homicídios da Capital (DH), onde o caso foi registrado, para prestarem depoimento. A especializada fez a perícia no local. O policiamento no Morro da Providência foi reforçado.

Outro tiroteio na comunidade, na madrugada de quarta-feira, já havia deixado moradores assustados. Equipes do Bope fizeram uma operação na região. Na ocasião, pelo menos dois suspeitos foram mortos.



Fonte: oglobo
Reações:

0 comentários :

Postar um comentário

Obrigado por seu comentário! Ao ser aprovado será publicado.