Bombeiros e PMs protestam na Governadoria!

Cerca de 200 bombeiros e policiais militares realizaram, na tarde de ontem (7), um ato público em frente à Governadoria. A ação buscava cobrar do governo respostas às demandas já acordadas entre próprio governo e a categoria, mas que não vem sendo implantadas.

No início da noite, os representantes das associações se reuniram com a secretária-chefe do Gabinete Civil do Estado, Tatiana Mendes Cunha. Durante a reunião, foi exposto a insatisfação da categoria, cuja as principais reivindicações estavam relacionadas à questões financeiras e de legislação desatualizada.




No quesito financeiro falta à categoria o pagamento do retroativo de quem foi promovido em dezembro de 2015, o pagamento das promoções de abril 2016, como também das promoções do período entre 2012 e 2014, além do pagamento dos níveis remuneratórios (atrasados desde julho de 2012).

Segundo Eliabe Marques, presidente da Associação dos Subtenentes e Sargentos Policiais Militares e Bombeiros Militares do RN (ASSPMBMRN), o Gabinete pediu às associações um estudo de impacto financeiro, bem como um melhor detalhamento da situação das promoções de 2012 à 2014. Com esses dados, uma reunião seria realizada no início de agosto.

"Não podemos continuar do jeito que está, trabalhando sem saber quando esses pagamentos serão feitos. O que estamos pedindo aqui não é reajuste salarial. Queremos apenas que o Estado assuma o compromisso de resolver essa situação", diz.

Quanto à legislação, a Associação pede o encaminhamento da Lei de Organização Básica (LOB), que dentre vários aspectos, organiza a Polícia Militar e Corpo de Bombeiros internamente. Além disso, também se espera a atualização do estatuto, criação do código de ética e previdência dos militares sociais.

Eliabe explica que ficou acordado que ainda no mês de julho será montada uma reunião de trabalho no Gabinete Civil para dar encaminhamento da Lei de Organização Básica (LOB) à Assembleia Legislativa.

Além dessas demandas, o presidente da Associação dos Bombeiros Militares do RN, Dalchen Viana, lembrou que membros das associações estão sendo perseguidos pelos comandos dos Bombeiros e Policiais Militares. Ele mesmo diz que já recebeu três processos administrativos.

"Na reunião, o Gabinete Civil também se comprometeu a convocar os comandos dos Bombeirose Polícia Militar para que eles esclareçam essas pressões", diz.

Também ficou acordado no ato que na primeira quinzena de agosto será realizada uma nova Assembleia da categoria para avaliar o andamento das ações por parte do gorverno. O local é o mesmo, em frente à Governadoria.

Mais imagens:







Fontes: Matéria: Tribuna do Norte. Imagens: ASSPRA PMRN
Reações:

0 comentários :

Postar um comentário

Obrigado por seu comentário! Ao ser aprovado será publicado.