NOTA: ENTIDADES REPRESENTATIVAS DOS POLICIAIS MILITARES E BOMBEIROS MILITARES DO RN


As Entidades representativas de Praças do Rio Grande do Norte considerando que a segurança pública é responsabilidade de todos e que cada vez mais se discute o papel dos municípios na segurança pública, em todas as casas legislativas brasileiras, sobretudo no congresso nacional, em que o debate sobre o Sistema Único de Segurança volta a ser prioridade, política que pretende descentralizar as competências atribuídas hoje quase que exclusivamente  aos  Governos  Estaduais,  vem  a  público  manifestar  solidariedade  ao representante da categoria policial e bombeiro militar, vereador pelo município de Mossoró, o não por acaso SOLDADO Jadson, que por 12 anos exerceu a nobre missão policial militar. 
Oportuno salientar que com a evolução da sociedade e demandas cada vez mais complexas, os problemas de segurança aumentam na mesma proporção, ao passo que as soluções  nesta  área  passam  longe  de  soluções  fáceis.  


Deste  modo,  o  debate  e  o envolvimento da sociedade em assuntos ligados a sua segurança devem e dá diretamente ou indiretamente, através de representantes devidamente eleitos. Subestimar prerrogativas e apequenar a importância dos mais diversos pontos de vistas e contribuições, tornando a tomada  de  decisões totalmente  insulada, em  nada  tem  a  ver  com  estado  democrático  de direito e nos remete ao período do pós, e porque não dizer do pré constituição de 1988, em que se acreditava que segurança pública era sinônimo de segurança nacional, em que se acreditava  que  os  únicos  especialistas  sobre  o  tema  seriam  os  Generais,  mesmo  com  a recém promulgada constituição cidadã, esta época foi marcada por nomeações de Generais do  Exército  para  pastas  de  secretarias  de  segurança  pública  estaduais,  o  período  ficou conhecido  por  estudiosos  da  área  como  “  Período  dos  Generais”.  Não  nos  cabe  hoje questionar retrocessos e avanços na pasta, mas para o momento cabe o repúdio à ações que afrontam a democracia, não importando de quem venha. 

A atitude de expulsar um vereador de um espaço público municipal é uma afronta ao  povo  mossoroense,  à  categoria  policial  militar,  mas  antes  de  tudo,  é  uma  afronta  a democracia e à participação social.  

 As associações ratificam o compromisso com a segurança da população potiguar e no binômio Segurança Pública/Cidadania do Policial e Bombeiro Militar, ocasião em que nos pomos  à  inteira  disposição  da  sociedade  potiguar  na  proposição  de  políticas  públicas efetivas e legítimas para a segurança pública.  

Natal/RN, 13 de julho de 2016.
Reações:

0 comentários :

Postar um comentário

Obrigado por seu comentário! Ao ser aprovado será publicado.