Servidores demandam pagamento prioritário

Os servidores civis e militares do Estado requisitaram ao governador Robinson Faria prioridade no pagamento de sua remuneração, tão logo houvesse fluxo de caixa na administração pública potiguar.

Tomou-se a decisão de se fazer tal requisição na reunião do Fórum de Servidores do Rio Grande do Norte na sexta-feira (20).

A quitação dos débitos financeiros com a folha de pessoal efetivo seria anteposto àqueles relacionados ao repasse do duodécimo, por exemplo.

Duodécimo são repasses destinados aos Poderes Legislativo e Judiciário, além de Ministério Público e Defensoria, previstos em lei.

Na prática, porém, essa transferência de recursos tem feito acumular nesses órgãos vultosas somas pecuniárias, num momento em que o atraso de salário constitui uma prática constante do governo.

Para os servidores, a medida configura aplicação absolutamente injusta dos recursos do RN, o que transformou principalmente o Judiciário potiguar num poder farto de recursos, enquanto os serviços públicos padecem do mínimo de infraestrutura para sua prestação digna.

É urgente, portanto, uma mudança dessa situação.

Os servidores redigiram um documento a ser entregue ao governador, com tais demandas e requerendo audiência com o chefe do Executivo.

Marcou-se ainda uma assembleia geral para o dia 1º de fevereiro em frente à Governadoria, em Natal.

Não se destaca a paralisação de todos os serviços públicos ainda neste primeiro semestre, em razão do atraso de salário e da manutenção da injusta conjuntura financeira mantida pelo RN.







Reações:

0 comentários :

Postar um comentário

Obrigado por seu comentário! Ao ser aprovado será publicado.