Ato público de servidores civis e militares ganha força

Nesta terça-feira (23), os operadores da área de segurança pública iniciaram o ato inicial de uma série de mobilizações que vão ser feitas em prol do pagamento dos salários atrasados. Estão ainda em atrasado remunerações do ano de 2017 (13° salário) e 2018 (novembro, dezembro e 13° salário). 

A mobilização teve início ainda na manhã. Policiais miliares e civis, bombeiros militares, agentes penitenciários, escrivães, peritos e servidores do ITEP começaram a concentração na Av. Salgado Filho e foram em direção à Governadoria. 

No Centro Administrativo, dirigentes das associações e sindicatos, representando as categorias, reuniram-se com o Chefe do Gabinete Civil do Governo, Raimundo Alves Júnior, com o Secretário de Estado da Segurança Pública e Defesa Social, Cel. Araújo, e com o vice-governador Antenor Roberto. 

Os representantes do Governo disseram que, no dia 26 deste mês, vai ser aberto o pregão relacionado ao adiantamento dos recursos dos royalties e, com esses recursos, pretende-se pagar os atrasados em maio. Porém, nenhum calendário de pagamento foi anunciado. 

“Se os atrasados não forem pagos, a tendência é essas mobilizações se intensificarem”, reforçou o presidente da Associação de Praças da Polícia Militar da Região Agreste (ASSPRA PMRN), Guinaldo Lira. 

Assecom ASSPRA PMRN






Reações:

0 comentários :

Postar um comentário

Obrigado por seu comentário! Ao ser aprovado será publicado.