Sargento confirma receber dinheiro em Janduís

Publicado por em abril 12, 2012

Por Andrey Ricardo, via Jornal De Fato

O sargento Edevânio Cunha, comandante do Destacamento da Polícia Militar de Janduís, revela que recebe pagamento mensal da Prefeitura, assim como os cinco soldados que trabalham com ele na cidade. A verba dele é de R$ 600,00 e os soldados recebem mais R$ 300,00, cada.

O militar confirma que recebe o dinheiro, o qual ele trata como ajuda de custo. Ele vai de encontro ao que foi dito pelo prefeito da cidade, Salomão Gurgel, que nega pagar qualquer dinheiro extra aos PMs e denuncia estar sendo cobrado.

“Ele não é obrigado a gratificar policiais. Eles dão dinheiro de livre e espontânea vontade. A gente trabalha assim… Pela ajuda que eles dão. É uma ajuda. Tem que ter ajuda, né? Eles não têm obrigação de dar”, defende-se o militar, justificando-se, ao afirmar que o pagamento recebido não é forçado.

O militar mostrou-se extremamente revoltado com as declarações dadas pelo prefeito, que concedeu entrevista a emissoras de rádio da região ontem, falando sobre o caso.

“Eu e cinco policiais recebemos e assinamos todos os meses. Ele dá sem obrigação. A gente serve onde for determinado. Ninguém obriga ninguém a dar nada a ninguém não. Eles dão porque gostam de ajudar à Polícia”, reafirma.

Cunha confirma que o pagamento extra feito pelas Prefeituras é comum no interior. Ele está em Janduís há menos de um ano. Antes trabalhava em Frutuoso Gomes, onde também havia dinheiro extra.

O comandante recebia R$ 600,00 em dinheiro e os soldados recebiam R$ 400,00, cada.


Publicado por em abril 12, 2012

0 comentários :

Postar um comentário

Obrigado por seu comentário! Ao ser aprovado será publicado.