Homem mata mulher após ver textos de traição no WhatsApp

Caso aconteceu na manhã desta quinta-feira (18).Segundo a polícia, homem confessou o crime.

De dentro da cadeia, preso engana 4 mil pessoas e dá golpe de R$ 750 mil

Por telefone, preso vendia contratos de trabalho do governo do Amapá.

Foto de grupo fazendo pose em cima de viatura policial é alvo de inquérito

Imagem feita em oficina mecânica em Sertãozinho foi postada na internet.

MP e PM deflagram Operação Habite-se e cumprem mandados contra bombeiros

Ação visa desarticular associação de pessoas formada por bombeiros, engenheiros e pessoas físicas e jurídicas, e apurar irregularidades.

PM leva tiro na cabeça em frente a restaurante na Zona Sul de Natal

Crime aconteceu na noite desta quarta-feira (17) no bairro de Capim Macio. Policial não estava de serviço. Paulo Melo dos Santos corre risco de morte.

sexta-feira, 19 de dezembro de 2014

ASSPRA ESTABELECE CONVÊNIOS EM CANGUARETAMA E SANTA CRUZ

Ontem, 18 de dezembro, a ASSPRA (Associação dos Praças da Polícia Militar da Região Agreste/RN) esteve na cidade de Santa Cruz-RN tratando de assuntos de interesse de seus sócios.

Por meio dos policiais LIRA e MADSON, respectivamente Presidente e Secretário da entidade, foram estabelecidos contatos comerciais objetivando o fechamento de Convênios.

“Os trabalhos de expansão de nossa rede de Convênios foi iniciado em Canguaretama-RN com o excepcional trabalho de nosso Diretor RICARDO, fechando convênio com o Restaurante Barramares,  Changes Colégio e Curso, Pizzaria Cunhaú, Fábio Gás, e ainda uma loja de auto peças e um material de construção em negociação.” disse LIRA.
Na ocasião, em Santa Cruz, foram realizadas reuniões com os estabelecimentos:
  • Óticas: Mirna
  • Postos de Combustíveis: Posto Lais V, Postos StopCar e Paraíso
  • Instituições de ensino: Unopar, IESC e CEDAP
  • Alimentação: Restaurante Sal da Terra
  • Auto-escola: Santa Rita
  • Água mineral: Fonte Pura
  • Supermercado: Renascer
“Nossa ideia é expandir ao máximo o número de convênios da ASSPRA. Todos os nossos sócios já dispõem de Assistência Jurídica Gratuita para fatos relacionados à atividade policial, o que é muito bom. Contudo, com os convênios os associados têm a oferta de outra vantagem: economia quando forem consumir bens e serviços ” explicou MADSON.

Os Diretores da entidade deixaram claro de que essa foi apenas a etapa inicial da expansão dos rol de convênios em Santa Cruz-RN, o que será dado continuidade.

“Temos plena certeza da importância das atividades realizadas por nossa Associação. Além de lutarmos a nível estadual por melhorias nas condições de trabalho de nossos associados, melhorias remuneratórias e promoções dentre outros, buscamos facilitar o acesso de nossos sócios ao consumo de bens e serviços de qualidade. Nova Cruz-RN será a próxima cidade a iniciarmos a captação de convênios” disse LIRA.

Informaram ainda que, todos os convênios estarão condicionados à apresentação da NOVA CARTEIRA DE SÓCIO, a qual será emitida em Janeiro/2014.


ATENÇÃO:

1. Pedimos que todos os sócios da ASSPRA acessem o endereço: www.assprapmrn.com.br (Site da ASSPRA). Não é o Blog, é o site mesmo. Lá encontrarão os links ATUALIZAR CADASTRO e NOVA CARTEIRA.

2. TODOS os campos devem ser preenchidos, principalmente os contatos das redes sociais, pois estamos planejando ações para manter a todos informados onde quer que estejam residindo ou trabalhando.

3. Aqueles que ainda não são sócios, podem se tornar sócios, bastando acessar o link ASSOCIE-SE e seguindo as instruções ali constantes.

NOSSO TRABALHO É VALORIZAR VOCÊ, NOSSO SÓCIO.

quinta-feira, 18 de dezembro de 2014

Foto de grupo fazendo pose em cima de viatura policial é alvo de inquérito

Imagem feita em oficina mecânica em Sertãozinho foi postada na internet.
Suspeitos e dono de oficina foram ouvidos e liberados pela Polícia Civil.

 Uma foto postada por um grupo de jovens nas redes sociais gerou polêmica e virou caso de polícia em Sertãozinho (SP). A Delegacia Seccional instaurou um inquérito esta semana para apurar em que circunstâncias a imagem, com um rapaz e três adolescentes em cima do capô e do teto de uma viatura da Polícia Civil, foi tirada e tornada pública na internet. A polícia aguarda um laudo pericial para saber se o veículo foi danificado.

De acordo com o delegado Cláudio Otoboni, a foto foi feita enquanto o veículo estava em uma oficina mecânica da cidade. A postagem foi guardada para registro antes que fosse apagada. "É uma viatura da delegacia de Barrinha (SP) que estava na oficina para reparos no motor. O dono da oficina afirmou que fez o serviço e colocou o veículo na rua. Foi aí que os jovens passaram pela rua, viram a viatura, subiram e tiraram a fotografia. O dono, no entanto, diz que não os viu."

 A polícia requisitou um exame pericial para verificar se houve algum dano na viatura, como problemas na pintura ou na lataria do veículo. Caso seja comprovado algum problema, os envolvidos irão responder criminalmente pelo caso. "O maior de idade pode ser indiciado por dano ao patrimônio público, e os adolescentes podem responder por infração junto à Vara da Infância e Juventude", explica Otoboni.

O rapaz e os três adolescentes suspeitos já prestaram depoimento e foram liberados, assim como o responsável pela oficina em que a viatura estava. A foto foi retirada dos perfis dos suspeitos na rede social.

Fonte:G1

De dentro da cadeia, preso engana 4 mil pessoas e dá golpe de R$ 750 mil



Por telefone, preso vendia contratos de trabalho do governo do Amapá.
Esquema foi descoberto pelo núcleo de inteligência da Polícia Civil.

Delegado Leandro Totino, titular do Núcleo de
Operações e Inteligência (Foto: John Pacheco/G1)

 Um homem de 44 anos que está preso desde 2007 no Instituto de Administração Penitenciária do Amapá (Iapen) é apontado pela Polícia Civil como responsável por um esquema que enganou quase 4 mil pessoas no estado, entre julho de 2013 e dezembro de 2014. Por telefone, o detento vendia às vítimas contratos administrativos de trabalho do governo do Amapá, ao preço de R$ 250. De acordo com o delegado do Núcleo de Operações e Inteligência (NOI) Leandro Totino, somando os golpes aplicados, o homem já teria faturado cerca de R$ 750 mil.

Totino informou que as investigações iniciaram em janeiro de 2014, quando um grupo de pessoas procurou pela polícia para denunciar a prática. Elas informaram que o detento, que se apresentava como "Lima", ligava para as vítimas e dizia que estava recrutando militantes para trabalhar na campanha eleitoral, com a promessa de emprego garantido no governo do Amapá após as eleições.

De acordo com uma das vítimas, que preferiu não se identificar, o preso cobrava pelo serviço, mas prometia que o valor seria ressarcido em no máximo um mês. Junto com outra amiga, que também caiu no golpe, a mulher disse que indicou outras duzentas pessoas.

"Ele dizia que a gente poderia pagar de R$ 200 a R$ 300, mas que o ressarcimento seria em torno de R$ 1,8 mil. A gente foi enganada porque ele tinha uma lábia muito grande e imaginava que seria uma coisa séria, porque tínhamos que até abrir conta", disse a mulher.

Outra vítima do golpe, que também pediu sigilo da identidade, disse que quando foi enganada gerenciava o setor de abertura de contas de um banco privado. Ela conta que o presidiário ligou e se apresentou como cabo eleitoral, informando que um grupo de pessoas abriria contas correntes para recebimento do suposto pagamento pelo que seria trabalho na campanha eleitoral.

"Ele disse que poderia arranjar um emprego para a minha esposa na Assembleia Legislativa, caso eu fizesse um pagamento inicial e chamasse mais gente. Eu reuni outras 70 pessoas, que também se iludiram com a promessa. Acabei sendo demitido, porque ele indicou 200 pessoas para abrir conta, nenhuma delas recebeu os valores prometidos e acabaram ficando endividadas com o banco. A direção desconfiou e me tirou da função para evitar uma situação pior", contou a vítima.

 De acordo com o delegado, "Lima" prometia empregos em órgãos como a Secretaria de Estado da Saúde (Sesa), Secretaria de Estado da Administração (Sead) e Companhia de Água e Esgoto do Amapá (Caesa). O homem cumpre pena há 7 anos por estelionato. Segundo a polícia, ele teria aplicado oito golpes semelhantes em outras ocasiões na capital.

"Essas pessoas enganadas recrutaram outras pessoas que também caíram na lábia do estelionatário. Até onde investigamos esse número chegava a 3,7 mil vítimas de Macapá, Mazagão, Laranjal do Jari e Vitória do Jari", disse o delegado, que concedeu entrevista coletiva nesta quinta-feira (18), para falar sobre o assunto.



O esquema
Segundo as investigações, o preso havia contratado por telefone os serviços de um despachante que ficava responsável por buscar o dinheiro que as vítimas deixavam em uma casa de acesso à internet, no Centro de Macapá. A polícia informou que o local foi usado para o esquema, embora o proprietário do estabelecimento não tivesse conhecimento do golpe. As vítimas eram orientadas pelo homem a dizer que estavam deixando encomendas no local. A suspeita é de que a mulher do preso era quem recebia o dinheiro e pagava os laranjas pelos serviços. Ela não foi presa.

De acordo com o delegado, Lima usava quatro números de telefone diferentes para falar com as vítimas de dentro da cela do Iapen. Três chips estavam no nome dele e um outro no nome da mulher, que mora no distrito da Fazendinha, em Macapá.

"A gente fez o rastreamento dos número e quebrou o sigilo telefônico das conversas. Ele usou todos [vítimas], desde o dono da lan house que foi utilizada para os enganados realizarem os pagamentos, como os oficie boys que buscavam as encomendas e deixavam na casa da esposa", afirmou o delegado.

Além dos valores em dinheiro, o detento manipulava as vítimas para que fizessem outros favores em troca dos contratos de trabalho, segundo a polícia. Totino informou que de acordo com o depoimento de uma das vítimas, o homem pedia para que fossem comprados móveis e alugados carros para o transporte das pessoas que vinham do interior.

"Uma casa chegou a ser construída só com o dinheiro dos golpes. Muita gente chegou a se endividar e ser acusada como autora dos golpes pelas outras pessoas que foram enganadas. É realmente difícil de acreditar, mas este Lima conseguiu gerenciar todo o esquema praticamente sozinho, mesmo sem as vítimas o conhecerem pessoalmente. Em todo o esquema, ele disse fazer parte da equipe de campanha de um candidato, mas nas investigações constatamos que tudo isso era mentira", reforçou Totino.

De acordo com o delegado, o detento foi interrogado, mas negou o esquema. Ele será indiciado novamente por estelionato. O delegado pediu um novo mandado de prisão contra o suspeito e encaminhou o inquériro para a Justiça do Amapá.

Fonte:G1

Homem mata mulher após ver textos de traição no WhatsApp, diz PM



Caso aconteceu na manhã desta quinta-feira (18), em Mogi das Cruzes.
Segundo a polícia, homem confessou o crime.

 Uma mulher de 25 anos morreu após ser esfaqueada pelo companheiro na manhã desta quinta-feira (18) em um sítio no Distrito de Taiaçupeba, em Mogi das Cruzes (SP). Segundo a Polícia Militar, o homem de 34 anos confessou ter matado a mulher depois de ler mensagens no aplicativo WhatsApp. O casal estava junto há quase dois anos.

De acordo com a PM, o suspeito confessou que cometeu os crimes após ler as mensagens no aplicativo. "Ele disse que estava desconfiado da traição há um tempo, que já tinha visto mensagens antes e que hoje pela manhã voltou a ver", informou Antônio Carlos Bono, 1º sargento da Polícia Militar.

De acordo com Bono, o marido relatou ter ido tirar satisfação com a esposa e que ela confessou a relação extraconjugal com o chefe. A vítima trabalhava em uma loja de roupas íntimas, na região central de Mogi das Cruzes. A mulher também teria dito que iria viver com o chefe na casa dos dois, por isso o suspeito deveria abandonar a casa.

A mãe do suspeito interviu durante a briga e também chegou a ser esfaqueada, segundo a PM. "Ele desferiu golpes de facão em sua companheira, fez na presença da própria genitora, que chegou a tentar impedi-lo do crime, mas ela foi inclusive atingida por golpes de facão. A genitora correu para a base de Taiaçupeba, onde a PM irradiou a ocorrência e as equipes chegaram logo em seguida", contou o tenente da PM Fábio Shultze. Depois, ela foi levada para o SUS onde recebeu cuidados médicos.

Segundo a Polícia Militar, os policiais chegaram ao sítio pouco tempo depois e o suspeito já estava tentando esconder o corpo. "Quando chegamos ao local ele estava cavando um buraco para colocar o corpo dentro da cova. Ele já havia tomado banho inclusive", aponta o policial militar.

De acordo com o sargento Bono, o suspeito havia levado o corpo da companheira para o alto do morro, próximo ao buraco que estava cavando. Ele não apresentou resistência. "Assim que chegamos ele já confessou o crime, disse que perdeu a cabeça por ter descoberto a traição", comentou.

A PM qualificou o crime  como passional. O celular com as supostas mensagens do WhatsApp não foi encontrado pelos policiais militares. Na casa, foram aprendidos três facões, uma enxada, um carrinho de mão e um enxadão.

O suspeito foi levado para o 4º Distrito Policial, em Jundiapeba. O caso foi registrado como homicídio qualificado.

Fonte: G1

Vice-diretor é morto a tiros e facada dentro de escola no litoral da Paraíba

Divergências da administração com alunos pode ter motivado o crime.
Homem foi vítima de 10 tiros e uma facada em distrito de Mamanguape.


O vice-diretor de uma escola foi assassinado a tiros e facada dentro da instituição de ensino, nesta quarta-feira (17) no município de Mamanguape, Litoral paraibano. De acordo com a Polícia Civil, uma das linhas de investigações diz respeito à administração do educador e supostas divergências com alunos.

O delegado Marcos Paulo Sales informou que o corpo da vítima foi encontrado com marcas de pelo menos 10 tiros e uma facada, dentro de uma escola estadual no distrito de Pitanga da Estrada, na zona rural de Mamanguape.
Segundo a polícia, o crime aconteceu por volta das 15h (horário local). O vice-diretor morreu no local e o suspeito dos disparos fugiu. O delegado acredita se tratar de uma execução, pois nada foi levado da vítima, mas testemunhas no local não deram mais informações que colaborassem com a investigação.

"Temos algumas linhas de investigação, mas a gente declina de adiantar qualquer coisa. Testemunha presencial, por ser um crime em uma pequena comunidade, dificilmente se apresenta. Temos alguns informes que podemos trabalhar a partir dos próximos dias. Ele estava fazendo uma boa administração na escola, tentando equacionar problemas e foram criadas divergências com alguns alunos. Vamos ouvir os familiares da vítima para traçar o perfil dele e tentar fazer a correlação com os fatos", explicou o delegado Marcos Paulo.


Fonte: G1/PB

Dupla é detida com faca e pistola de brinquedo

Suspeitos foram reconhecidos por vítimas de assalto na delegacia



Um homem de 25 anos e um adolescente de 17 foram detidos, na noite desta terça-feira (16), no centro da cidade de Macaíba, suspeitos de cometer uma série de assaltos em toda a região vitimando principalmente estudantes que trafegam a noite. Com a dupla, os policiais militares do 11º Batalhão apreenderam uma faca peixeira e um simulacro de pistola feita de ferro e madeira.

De acordo com o tenente Pedro Silva, oficial da Polícia Militar, os suspeitos cometeram um assalto na rua Alan Kardec, no Centro, levando um aparelho celular de um estudante da escola Professora Alta de Souza e, em seguida, fugiram. “Fomos procurados pela vítima que informou as características dos assaltantes e imediatamente realizamos diligencias encontrando a dupla em fuga já em outro bairro. Fizemos uma abordagem e encontramos o material”, disse.

O suspeito maior de idade foi identificado como Davi Francisco de Araújo, o desempregado relatou que responde criminalmente por ter cometido um furto há alguns meses, mas que não participou do roubo o qual estava sendo apontado. “Não cometi assalto nenhum, nem eu nem o meu parceiro, a vítima tá enganada dizendo que fomos nós dois. Eu estava com essa faca só para me defender e inimigos que tenho, mas essa pistola de brinquedo não é minha não é do menor aí”, (sic).

Os dois foram reconhecidos pela vítima e outras que estiveram na delegacia de plantão da zona Sul, em Candelária, também acabaram sendo unanimes quanto à identificação dos suspeitos. Ambos foram autuados.

Fonte: Portal BO

MP e PM deflagram Operação Habite-se e cumprem mandados contra bombeiros

Ação visa desarticular associação de pessoas formada por bombeiros, engenheiros e pessoas físicas e jurídicas, e apurar irregularidades.


O Ministério Público do Rio Grande do Norte (MPRN), através do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (GAECO), em atuação conjunta com a 80ª Promotoria de Justiça da Comarca de Natal, com apoio da Polícia Militar, deflagrou na manhã desta quarta-feira (17), a Operação HABITE-SE, destinada a desarticular associação de pessoas formada por militares do Corpo de Bombeiros, engenheiros e pessoas físicas e jurídicas, e apurar irregularidades nos procedimentos de emissão de Atestado de Vistoria do Corpo de Bombeiros Militar (AVCB) – conhecido popularmente como “Habite-se”, o qual atesta, após análise de projetos e vistoria, que um estabelecimento preenche as normas de prevenção e combate a incêndio.

Aproximadamente 60 policiais militares apoiam os Promotores de Justiça no cumprimento dos mandados de buscas e apreensões, prisão preventiva e conduções coercitivas. Foram expedidos pelo Juízo da 11ª Vara Criminal da Comarca de Natal 12 mandados de busca e apreensões, um mandado de prisão, sete mandados de condução coercitiva e dois afastamentos de função pública, os quais estão sendo cumpridos nas cidades de Natal e Parnamirim.

No curso da investigação, restou evidenciado a existência de um “esquema” de emissão de Atestados de Vistoria do Corpo de Bombeiros Militar (AVCB), envolvendo bombeiros militares vinculados à Diretoria de Engenharia e Operações (DEO) e ao Serviço Técnico de Engenharia (SERTEN), do Corpo de Bombeiro Militar do Estado do Rio Grande do Norte, onde ficou demonstrado que o Oficial Bombeiro Militar, Diretor de Engenharia e Operações, indevidamente, elaborou e vem elaborando projetos de prevenção e combate a incêndio, com o auxílio de engenheiros e outras pessoas físicas e jurídicas, que são submetidos ao SERTEN, órgão subordinado à sua administração e auferindo vantagens econômicas por tais trabalhos.

Através de uma separação de tarefas, o citado Coronel, Diretor de Engenharia e Operações, vale-se da contribuição de comparsas que avocam para si a confecção dos projetos, face ao seu impedimento legal, para figurarem como engenheiros responsáveis pela elaboração deles. Ademais, outros integrantes fazem a captação e intermediação de clientela, bem como há, também, a utilização de empresas para realização das adequações dos projetos previamente aprovados pelo Corpo de Bombeiros.

Noutro ponto, além de atuar elaborando projetos de prevenção e combate a incêndio, Oficial Bombeiro Militar muitas vezes é demandado para interferir direta ou indiretamente no trâmite dos procedimentos administrativos para emissão de AVCB no SERTEN, existindo consultoria aos clientes, como, por exemplo, elaboração das defesas técnicas enviadas ao SERTEN quando há pareceres contrários aos projetos e realizando pedidos para agilização do trâmite desses procedimentos.

Em razão dos elementos colhidos durante a investigação, que demonstram a materialidade e fortes indícios de autoria dos crimes de organização criminosa (art. 2º, caput, da Lei 12.850/2013), violação de dever funcional com o fim de lucro (art. 320, do Código Penal Militar), falsidade ideológica (art. 312, do Código Penal Militar e art. 299, caput, do Código Penal), corrupção passiva (308, do Código Penal Militar) e fraude à licitação (art. 89, da Lei 8.666/1993), entre outros, o Ministério Público Estadual ajuizou ações cautelares perante o Juízo da 11ª Vara Criminal de Natal, sendo deferidos dois afastamentos das funções no SERTEN, um mandado de prisão preventiva, sete mandados de condução coercitiva, 12 mandados de busca e apreensão em 12 locais, entre eles o gabinete do Cel. BM, dependências do SERTEN do Corpo de Bombeiros Militares do Rio Grande do Norte, empresas e residências dos investigados; todos cumpridos na data de hoje, na cidade de Natal e Parnamirim, pela Polícia Militar, juntamente com o Ministério Público Estadual.

*Com informações do MP/RN.

Fonte: Portal BO

PM leva tiro na cabeça em frente a restaurante na Zona Sul de Natal

Crime aconteceu na noite desta quarta-feira (17) no bairro de Capim Macio.
Policial não estava de serviço. Paulo Melo dos Santos corre risco de morte.



Um policial militar foi baleado na cabeça, no final da noite desta quarta-feira (17), em frente a um restaurante no bairro de Capim Macio, na Zona Sul de Natal. Segundo a própria PM, os criminosos são dois homens que fizeram os disparos de dentro de um carro. Em seguida, um deles teria descido do veiculo e levado a arma do soldado. Paulo Melo dos Santos, de 43 anos, não estava de serviço. O dono do estabelecimento disse que ele trabalhava como segurança particular.

Em contato com o G1, o comandante geral da PM no estado, coronel Francisco Araújo Silva, relatou que o policial tem 14 anos de carreira, trabalhou por muitos anos na Ronda Ostensiva Com Apoio de Motocicletas (Rocam), mas atualmente é lotado na Diretoria de Pessoal da corporação. “Ele foi socorrido e permanece em estado grave no Pronto-Socorro Clóvis Sarinho”, acrescentou.

O proprietário do restaurante disse também que esta foi a primeira noite de serviço do soldado, uma vez que ele estaria tirando a folga de um colega que deveria estar no lugar dele. A Polícia Militar ainda fez buscas pela região, mas não conseguiu encontrar os criminosos.

Fonte: G1/RN

PM apreende crack, dinheiro e prende jovem de 20 anos na praia da Pipa

A Polícia Militar apreendeu drogas e dinheiro na noite desta quarta-feira (17) em uma casa na praia da Pipa, no litoral Sul do estado. Segundo a PM, o local funcionava como uma boca de fumo na região. Um jovem de 20 anos foi preso em flagrante.


A ação contou com apoio de policiais do Destacamento de Tibau do Sul e do Comando de Policiamento Rodoviário Estadual (CPRE) de Goianinha. A droga encontrada estava em trouxinhas, já prontas para a venda e consumo.

O rapaz preso foi identificado como sendo morador do bairro de Felipe Camarão, na zona Oeste de Natal. Ele já responde processos na Justiça pelos crimes de tráfico de drogas, roubo e furto qualificado.

O material apreendido e o suspeito foram encaminhados para a Delegacia de Plantão da Zona Sul de Natal, localizada no bairro de Candelária.


Fonte: Tribuna do Norte

quarta-feira, 17 de dezembro de 2014

Mala com morto é jogada de carro em avenida

Objeto foi lançado na Avenida Brasil com Rua Sá Freire.
Divisão de Homicídios investiga o caso.


O corpo de um homem foi encontrado dentro de uma mala na esquina da Avenida Brasil com Rua Sá Freire, na Zona Norte do Rio de Janeiro, na noite desta terça-feira (16), informou a Polícia Militar (PM).

Segundo testemunhas disseram à PM, a mala teria sido jogada por passageiro de um carro que passou no local em alta velocidade, por volta das 21h. Não há informações sobre as características do veículo.

De acordo com a polícia, o corpo não estava esquartejado. Não há informações sobre como o homem foi morto, tampouco sobre a identidade da vítima.
A Divisão de Homicídios (DH) assumiu o caso e realizou perícia no local e no objeto entre o final da noite de terça e início da madrugada desta quarta (17).

Fonte: G1/RJ