Violência desenfreada em Santa Cruz...

Em 2013 Santa Cruz chega ao 24° homicídio com o deste sábado (26) e ainda faltam dois meses e poucos dias para o final do ano. Do jeito que a violência anda desenfreada na cidade, não sabemos que números chegaremos até o final do ano quando se trata de violência. Esta triste realidade é fator de extrema preocupação social e POLÍTICA. Não basta estardalhaços públicos, se efetivamente não se colocar em prática o que é prometido. A violência é algo mais sério do que se imagina e medidas drásticas não surtirão efeito algum. O ano de 2013 está superando  os anos anteriores quando não víamos essa violência desenfreada,  quando se trata da violência urbana, no entanto, o que chama a atenção é a nova modalidade de crime em Santa Cruz que são os homicídios, que estão sendo constantes.

Estatisticamente, a violência no ano de 2013 em Santa Cruz supera o triênio 2010/2011/2012, não só nos crimes contra a vida, mas também em roubos/assaltos, furtos e demais crimes de pequeno potencial ofensivo.  Quem ganha e quem perde com o caos na segurança pública municipal? Ninguém.  Santa Cruz é uma cidade com cerca de 38.000 mil habitantes, a 11ª maior cidade do RN. A síndrome da violência urbana em Santa Cruz já está sendo sentida no ceio da sociedade, mas, a cada dia se aproxima, de maneira perigosa e letal da população.

Os primeiros sintomas são visíveis: Não existe mais vida noturna na cidade, quando o cidadão fica amedrontado em sair de casa para ir a bares, restaurantes, lanchonetes acompanhados de amigos ou até familiares, literalmente com medo. Durante o dia o que vemos são lojistas e clientes amedrontados. A causa da segurança pública em Santa Cruz é responsabilidade de todos, sob pena de entrarmos na contra mão do desenvolvimento e para sempre sermos maculados como uma cidade de sangue, medo e morte, e não é isso que esperamos que nossa cidade fique conhecida.
Postado por 
Reações:

0 comentários :

Postar um comentário

Obrigado por seu comentário! Ao ser aprovado será publicado.