Jovem é presa em flagrante suspeita de matar o namorado durante briga

Homem de 28 anos não resistiu ao golpe de faca no tórax, em Niquelândia.
Embriagada, mulher não acreditava que tinha cometido o crime, diz polícia.



 Uma jovem de 24 anos foi presa em flagrante suspeita de matar com um golpe de faca o namorado, de 28 anos, em Niquelândia, no norte de Goiás. O crime ocorreu na noite de sexta-feira (13), na cozinha da casa da suspeita. Ela relatou à Polícia Civil que esfaqueou a vítima durante uma briga.

De acordo com a investigação, o crime ocorreu durante um churrasco na casa da jovem. Além do casal de namorados, estavam mais três amigos e o filho da suspeita, de 6 anos, no imóvel. A vítima não é o pai da criança.

Ao G1, o escrivão de polícia de Niquelândia, Raul Alves Rosa Júnior, informou que a jovem estava sozinha na cozinha quando o namorado se dirigiu ao local. “Eles já tinham brigado anteriormente. Ele foi à cozinha, onde ela estava preparando o jantar, e eles brigaram de novo. Ela pegou a faca e o alvejou. Até o momento, a gente não sabe o que motivou esta briga”, disse o policial.

 Atingido no tórax, o rapaz ainda caminhou até a sala, mas não resistiu ao ferimento. Segundo o relato de testemunhas aos investigadores, eles pensaram que tivesse sido um corte superficial no braço. “Eles acharam que não era nada, mas, quando o viraram, viram que tinha acertado no coração e que ele já estava falecendo”, informou o escrivão.

Segundo a polícia, a mulher não resistiu à prisão. “Ela estava embriagada, não estava acreditando que tinha matado o namorado. Ela disse que tinha que pagar pelo que fez”, afirmou Raul.

O casal namorava há quatro anos. No entanto, eles ficaram os últimos sete meses separados e reataram recentemente. Testemunhas contaram à polícia que o relacionamento era conturbado. Inclusive, há uma ocorrência de violência doméstica do homem contra a jovem.

Presa na delegacia de Niquelândia, a suspeita será encaminhada ao presídio após ser interrogada. Responsável pelo caso, o delegado Manoel Leandro da Silva deve ouvir testemunhas ao longo da próxima semana.

De acordo com a polícia, tudo indica que a jovem responderá por homicídio. Caso seja condenada, ela pode pegar de 6 a 20 anos de prisão.

Fonte: G1
Reações:

0 comentários :

Postar um comentário

Obrigado por seu comentário! Ao ser aprovado será publicado.