Universitário morre após ter pescoço cortado por copo

Um homem foi morto dentro da casa noturna sertaneja  em Florianópolis. Conforme a Polícia Militar, o suspeito teria cortado o pescoço do jovem de 25 anos com um copo de vidro. O caso ocorreu em uma festa na Fields, no Centro da capital catarinense.


A guarnição da PM e uma ambulância do Samu foram acionadas por volta das 4h40, mas quando chegaram ao local, Diogo de Medeiros já estava morto. Segundo a polícia, o suspeito de 21 anos foi detido pelos seguranças da casa noturna e encaminhado para a delegacia.

A assessoria da Fields informou que acompanhou o suspeito até a delegacia junto com um funcionário que testemunhou o ocorrido.
Leonardo dos Passos Pereira, de 21 anos, teria confessado que esbarrou com Diogo na saída do banheiro e que, inclusive, a vítima teria pedido desculpa. Mesmo assim, o suspeito quebrou o copo de vidro na parede e atacou Diogo, que não teve tempo de se defender.

Conforme a Fields, imediatamente os seguranças prenderam o suspeito e foram feitos os primeiros socorros à vítima por um socorrista que trabalha no local.
De acordo com a Polícia Civil, até as 10h o suspeito continuava detido na 5ª Delegacia de Polícia da Capital, pois não havia vaga no presídio.

Essa seria a primeira vez do suspeito, que mora em São José, na casa noturna. Já Diogo era frequentador assíduo da Fields. A assessoria afirmou que vai "prestar toda a assistência para a família da vítima". O corpo foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML) de Florianópolis.
Sobre a questão de oferecer copos de vidro, foi dito que a "casa noturna tem um padrão elitizado" e que ainda não foi decidido se irá trocar por copos de outros materiais.

Fonte: rbstv

EI executa casal a pedradas por sexo antes de casamento

Uma multidão é vista assistindo ao apedrejamento na cidade controlada pelo grupo

Fotos chocantes divulgadas pelo Estado Islâmico revelam a cena da execução a pedradas de um casal jovem na cidade de Mossul, Síria, realizada por doze terroristas. Segundo o The Mirror, um dos jihadistas lê uma mensagem afirmando que a mulher e o homem, que têm cerca de 20 anos, cometeram “fornicação”, mantendo relações sexuais antes do casamento.



Uma multidão é vista assistindo ao apedrejamento na cidade controlada pelo grupo. As duas vítimas estão ajoelhadas e vendadas e recebem pedradas em todos os lugares do corpo. De acordo com a publicação, a mulher morreu pouco antes do homem – levando três pedradas.

Os jihadistas puderam ser vistos carregando sacolas cheias de pedras e as colocam na rua, onde a execução aconteceu para o público. As vítimas ficam caídas, mergulhadas em sangue, enquanto as pessoas observavam.

Nos últimos meses, cenas de brutalidade como esta têm sido divulgadas pelo grupo terrorista, tais como a execução de homens gays, que são jogados do alto de prédios na Síria.

Fonte: terra

Agentes encontram túnel e impedem fuga na Cadeia Pública de Mossoró

Agentes penitenciários da Cadeia Pública de Mossoró encontraram um túnel no interior de uma das celas da unidade e impediram mais uma fuga. O flagrante foi feito durante uma revista realizada após a transferência de presos de uma cela para outra.

De acordo com os agentes, por volta das 20h, eles foram transferir dois presos da cela 02, que é de triagem, para uma cela coletiva. Dois detentos, identificados como Leonardo Bastos e Robean não quiseram sair da triagem, o que levantou suspeita.

Com isso, os agentes penitenciários revistaram a cela e encontraram um túnel feito a partir do sanitário usado pelos presos.

“Mais uma vez, os agentes demonstraram que, mesmo diante das dificuldades e falta de estrutura, continuam agindo na prevenção e impendido que os bandidos façam o que querem nas unidades. Enquanto esperamos as melhorias anunciadas pelo Governo, continuamos empenhados em manter a ordem nas unidades”, declara Vilma Batista, presidente do Sindicato dos Agentes Penitenciários.

Fonte: portalbo

Soldado da PM é preso suspeito de matar mulher na Grande Natal

Policial teve a prisão decretada nesta segunda-feira (30) em Macaíba.
Soldado nega o crime, mas continuará preso no Comando Geral, em Natal.



Um policial militar foi preso na tarde desta segunda-feira (30) suspeito de ter matadoe  ocultado o cadáver da ex-mulher em Macaíba, na Grande Natal. O soldado da PM teve a prisão decretada, mas negou o crime em depoimento ao delegado Normando Feitosa, titular da Delegacia de Polícia Civil de Macaíba.

A família da vítima, Lenilza Lopes, conta que o relacionamento com o policial militar não vinha bem. A última briga, segundo a mãe de Lenilsa, aconteceu em outubro. O soldado permanecerá preso por 30 dias no quartel do Comando Geral da Polícia Militar, em Natal.

O delegado Normando Feitosa detalha que a arma do policial militar foi recolhida. "O corpo continua desaparecido e dependendo do andamento das investigações, vamos chegar até ele", explica.

De acordo com o delegado, o pedido da prisão do PM foi baseado nas informações obtidas no celular da vítima e em depoimentos de testemunhas.

Fonte: intertv

No RN: Criança de 4 anos é morta a tiros no RN; mãe e irmãos são baleados

Crime aconteceu na praia de Muriú na noite desta segunda-feira (30).
Polícia suspeita de acerto de contas; criminosos fugiram.


Uma criança de 4 anos foi morta a tiros na noite desta segunda-feira (30), dentro de casa, na praia de Muriú, em Ceará-Mirim, no litoral norte do Rio Grande do Norte. Segundo a Polícia Militar, a mãe da menina e dois irmãos também foram baleados. De acordo com a PM, o crime aconteceu na comunidade de Porto Mirim.

Quatro homens armados chegaram em um veículo de cor preta, invadiram a residência e atiraram em todas as pessoas que estavam no local. A mãe da garota de 4 anos, um menino de dois anos e um adolescente de 13 foram atingidos. Ainda segundo a PM, os suspeitos chegaram na casa procurando por Alessandra, de 31 anos, e o marido dela. O homem teria fugido pulando o muro.

Uma vizinha informou que vários tiros foram ouvidos. Após o crime, os suspeitos fugiram no mesmo carro em que chegaram na residência. A polícia não encontrou os criminosos e acredita que o casal seria o alvo dos atiradores devido a um acerto de contas. "Alguém tá devendo ao outro. O pai e a mãe teriam envolvimento com drogas", disse o sargento Alexandre Teotônio.
O adolescente, o menino de dois anos e a mãe deles foram socorridos ao Pronto-socorro Clóvis Sarinho, na Zona Sul de Natal. Alessandra foi atendida e liberada. Uma das crianças, o menino de dois anos, sofreu um tiro de raspão em uma das mãos e passa bem. O jovem de 13 anos foi atingido por três tiros e está internado em estado grave no Hospital Walfredo Gurgel.

Fonte: intertv

Namorado corta cabeça de grávida e posta foto no Facebook

Homem levou cabeça de adolescente a delegacia



O homem que decapitou a namorada grávida na última quinta-feira (26) postou a foto da cabeça dela no Facebook dois dias depois de cometer o crime na Zona Sul de São Paulo. A adolescente tinha 16 anos.
Em seguida, José Ramos dos Santos, de 23 anos, levou a cabeça de Shirley Souza até uma delegacia do Centro da capital paulista, onde se entregou. O G1 teve acesso à foto da cabeça, mas não publicou porque é uma imagem forte.
A vítima estava grávida de sete meses, mas o assassino desconfiava que o bebê não fosse dele, então resolveu matá-la. A criança, uma menina que iria se chamar Nayara, também morreu. Ele alegou que Shirley revelou que o traiu com um amigo do casal. Amigas da adolescente disseram ao G1 que ela já havia sido ameaçada de morte por José. Vizinhos falaram, no entanto, que a suposta traição era um boato (veja o vídeo abaixo).

O assassinato ocorreu na comunidade carente de Pedreira. O desempregado está preso desde a noite do último sábado (29), quando se entregou no 1º Distrito Policial (DP), na Sé, onde confessou o crime ao abrir a mochila e mostrar a cabeça de Shirley.

Mas antes de ir até a delegacia, José publicou naquele mesmo dia, na sua página pessoal no Facebook, a foto da cabeça de Shirley com a seguinte descrição: “Traição da nisso...mentiras...odeio”, escreveu horas depois de saber que vizinhos haviam encontrado o corpo da adolescente.

O G1 teve acesso à cópia da página com a foto antes que o assassino a apagasse. Nas imagens copiadas pelas amigas da vítima estão também fotomontagens com o rosto de Shirley ao lado do suposto amante dela, com a inscrição: “mim traiu na vespera de natal”.

A equipe de reportagem manteve o teor original do que José escreveu. Na sua rede social, ele aparece como Zél Past Troubled (algo como Zél Passado Atribulado, numa tradução livre do inglês para o português).
A foto que usa para se identificar não é a dele, mas a do personagem do filme americano "Jogos Mortais" ("Saw", no título original). Na história de terror e suspense, um serial killer usa uma máscara e tortura suas vítimas, sempre cortando uma parte do corpo delas.

O G1 também teve acesso a conversa pelo aplicativo de celular Messenger que amigas de Shirley tiveram com José, momentos antes dele se entregar no 1º DP. Num dos trechos das mensagens, uma amiga pergunta onde está a adolescente e o desempregado responde: "matei ela agora ela vai mim trai no inferno".
“Ela me traiu”, voltou a repetir José aos jornalistas que acompanharam a transferência dele do 1º DP para 8º DP, Brás, onde o caso foi registrado como homicídio qualificado. Depois, ele foi levado para o 77º DP, Santa Cecília, onde cumpre prisão temporária.
“Por um lado sim, por outro não”, respondeu quando foi questionado pela imprensa se estava arrependido de ter matado a namorada. O G1 não conseguiu localizar José ou algum advogado dele para comentar o assunto nesta segunda-feira (30).

Ciumento e possessivo
Shirley não gostava de Facebook e, mesmo que quisesse, era impedida por José de ter uma página na web. A afirmação é de uma das melhores amigas da vítima. “Ele é muito ciumento e doente”, disse a estudante ao G1.

Segundo ela, José agrediu Shirley durante as discussões do casal, após ele desconfiar que ela o traiu. “Ele acreditou em boatos que ela tinha um caso com um menino de onde a gente mora, mas é mentira. O bebê que ele matou dentro da minha amiga era dele com ela”, afirmou.
“Ele já havia batido nela e ameaçado matá-la, cortando a cabeça dela para mostrar para todos verem, mas nunca achei que faria isso”, lamentou a amiga de Shirley, que, assim como a vítima, tem 16 anos.

A jovem disse que, mesmo diante das ameaças, Shirley não quis registrar um boletim de ocorrência contra José. “O namorado dela falava que já havia matado um bando de gente antes”. Apesar dessa declaração, policiais do 98º DP, Jardim Miriam, que investigam o caso, disseram que o desempregado não tinha passagens criminais.

Amigas de Shirley falaram ao G1 que José é viciado em drogas a ponto de se tornar violento. Ele admitiu em depoimento à Polícia Civil que soube da suposta traição da namorada quando fazia uso de entorpecente. “Shirley, acreditando que José estava sob o efeito da droga, falava sobre relacionamentos que mantinha com outros homens”, relatou no boletim de ocorrência.Vizinhos
O crime surpreendeu vizinhos da viela próxima à Rua Manuel Rodrigues Mexelhão, onde moravam Shirley e José.
Segundo eles, os dois se conheceram porque a mãe da adolescente se casou com o pai do rapaz.
“Foram criados como irmãos desde pequeninhos, mas aí se apaixonaram e passaram a viver como casal”, disse o desempregado Valdir Galdino da Silva, de 56 anos, que não acredita que a garota tenha traído José. “Ela não seria capaz disso. Gostava muito dele, tanto que ficou grávida dele, né?”.

O crime
Segundo a investigação policial, José contou que matou Shirley na casa de seu irmão na noite de quinta-feira. Eles se encontraram, tiveram relações sexuais e discutiram por causa da possível traição.

José disse que a desconfiança aumentou após a mulher engravidar, pois ele disse ter visto na carteirinha de saúde dela que sua última menstruação foi em agosto, quando o casal estava separado. Após insistir, ela então teria confessado ter se relacionado com um amigo do casal às vésperas do Natal e do Ano Novo, segundo a versão do assassino.

Quando a adolescente se preparava para tomar banho, ele aplicou uma "gravata" até ela desmaiar. Ao perceber que a companheira estava morta, foi até a cozinha, pegou uma faca e decapitou a vítima.

Em seguida, enrolou o corpo da jovem em um edredom, amarrou o tronco e os pés e o escondeu atrás de um botijão de gás. A casa foi limpa para que o irmão não desconfiasse. Com o passar do tempo, o cadáver começou a cheirar mal e José decidiu levá-lo para a viela, onde o corpo foi encontrado por moradores.

Ao descobrir que a adolescente havia sido achada, ele percorreu 30 quilômetros em dois ônibus e foi até a delegacia, onde se apresentou à polícia e foi detido em flagrante.


Fonte: G1

Traficante resgatado de hospital é preso em operação da PM



Johnny Luiz da Silva, o Bebezão, foi preso nesta segunda-feira, durante uma operação da Polícia Militar no Complexo da Pedreira, em Costa Barros, na Zona Norte do Rio. Ele havia sido resgatado de um hospital em Niterói RJ,Região Metropolitana, em novembro do ano passado. O suspeito foi levado para a 39ª DP (Pavuna) e será transferido para a Polinter. Além dele, foi também preso um homem conhecido pelo apelido Soca Nela.
Segundo a PM, Bebezão foi preso quando tentava deixar o Complexo da Pedreira de carro, junto com sua mulher. Já Soca Nela estava numa casa na Rua Rajadinha. Nenhum dos dois reagiu à prisão.



Bebezão foi ferido na barriga ao participar do roubo de uma carga de cigarros e estava no CTI do Hospital estadual Azevedo Lima, no Fonseca, quando foi retirado da unidade por cerca de 15 homens armados, alguns com fuzis. Ele estava sob escolta de dois policiais militares do 41º BPM (Irajá). Antes do resgate, o mesmo grupo havia matado um policial militar, um motociclista e baleado a mulher do PM, em São Gonçalo, também na Região Metropolitana.

Já Soca Nela é suspeito de ter tentado resgatar um bandido do Fórum de Bangu, naquele bairro da Zona Oeste do Rio. Naquela ocasião, um PM morreu. O menino Kayo da Silva Costa, de apenas 8 anos, foi atingido por uma bala perdida na cabeça e também acabou morrendo.

Sem aula
Por causa da operação da PM, cinco escolas, duas creches e três Espaços de Desenvolvimento Infantil (EDIs) estão sem atendimento nesta segunda-feira na região de Costa Barros. Segundo a Secretaria municipal de Educação, as unidades atendem a 2.307 alunos.

Fonte; extra



Vocalista de banda é morto com tiro nas costas, após show.

O vocalista de uma banda de Santos (a 72 km de São Paulo) foi morto a tiros após apresentação em um bar no Embaré, bairro de classe média da cidade. O crime aconteceu por volta da 1h30 desta segunda-feira (30). Segundo a Polícia Civil, o suspeito já foi identificado, mas ainda não foi preso.



Vocalista da banda Tr3vo, Daniel Nunes Aquino, conhecido como Dan Nunes, 25, havia encerrado sua apresentação no bar Baccará quando uma frequentadora o abordou para lhe pedir um autógrafo. Pouco depois, o atirador, que estava em um Vectra GT preto, disparou em sua direção.

Nunes foi levado ao pronto-socorro mais próximo, no bairro Estuário, a dois quilômetros do local do crime, e morreu. Segundo o empresário da banda, Fábio Evan, ainda não há informações sobre o velório e o enterro do cantor, que deixa uma filha.

"Nem sei como me expressar, parte de mim foi embora. Que dor insuportável", escreveu o pai de Nunes, Silvio Aquino, em sua página na rede social Facebook.

A banda

Formada em Santos há aproximadamente um ano, a banda Tr3vo era especializada nos gêneros pop e reggae. Segundo indica seu site, tinha 18 apresentações marcadas em casas noturnas de Santos até o final de maio.

Com sete membros –três vocalistas (dois deles também instrumentistas) e uma banda com quatro integrantes– , a Tr3vo produziu um EP intitulado "Praia & Amor" em 2014.

Grupo invade Secretaria de Educação, explode caixa eletrônico e atira contra a PM

Todo dinheiro armazenado no equipamento foi levado pelos bandidos. Caso aconteceu em Mogeiro, Agreste do estado Paraibano.


Cerca de sete pessoas explodiram um caixa eletrônico da cidade de Mogeiro (Agreste do estado, a 110 km de João Pessoa) na madrugada desta segunda-feira (30). A máquina estava instalada dentro da Secretaria Municipal de Educação. Com este caso, o estado passa a contabilizar 38 crimes contra bancos somente este ano, sendo 19 deles explosões. Os dados são do Sindicato dos Bancários da Paraíba.

De acordo com a Polícia Militar, o grupo detonou os explosivos e retirou todo o dinheiro armazenado no equipamento. Segundo relato de testemunhas à polícia, os bandidos efetuaram vários disparos para cima e, aos gritos, ordenaram que nenhum morador saísse de casa.

No momento da fuga, o grupo também teria atirado contra o prédio do destacamento militar da cidade, o que deixou alguns policiais encurralados. Ainda conforme a PM, os bandidos também jogaram grampos na estrada para evitar uma perseguição. Eles fugiram em uma caminhonete.

A polícia de Mogeiro pediu reforço às cidades de Itabaiana e Ingá e várias viaturas saíram em busca do suspeito, mas até as 7h ninguém havia sido preso.

Fonte: portalcorreio

Homem tenta se jogar de prédio de 11 andares no centro de Patos-PB


Terminou com sucesso o resgate de um homem no edifícil Empresarial Milindra, localizado no centro de Patos. Sérgio roberto rufino de melo, 49 anos chegou ao 11° andar por volta das 8h30 com uma pasta contendo alguns documentos e curriculos.

Visivelmente abalado e chorando muito, ele passou a manhã inteira nos corredores do andar, quando subiu no parapeito e ameaçou se jogar. Rapidamente a equipe dos Bombeiros foi acionada e conseguiu evitar a tragédia.

Segundo o tentente Paulino, não se sabe o motivo que levou Sérgio a cometer tal atitude. Ele foi encaminhado para o Hospital Regional de Patos.


Fonte: maispatos

Polícia realiza operação em Macaíba e apreende armas

Durante a ação um homem foi preso sob força de mandado de prisão



Policiais civis da Delegacia de Macaíba realizam desde as primeiras horas da manhã esta segunda-feira (30) uma operação na cidade com a finalidade de cumprir mandados de prisão e apreender drogas e armas. Um homem identificado como Bruno Monteiro de Oliveira, de 25 anos, foi preso de posse e uma pistola. Contra ele também havia um mandado de prisão em aberto.

De acordo com informações repassadas pelos os agentes que participam da atividade, outras duas pistolas foram apreendidas, além de carregadores, balança de precisão, maconha e cocaína. O alvo dos policiais foi o conjunto Aura de Souza, nas ruas Antônio Lucas e Lima e Tenente Geraldo Cavalcante. O material e o suspeito foram levados para o prédio onde funciona a delegacia da cidade.

Além de Bruno Monteiro, a polícia também prendeu um homem identificado como Milton Félix de Araújo, mais conhecido como Galeguinho, de 37 anos. Ele também tinha um mandado de prisão em aberto.

Fonte: portalbo

TJ manda governo do RN contratar agentes penitenciários concursados

Decisão foi tomada nesta segunda-feira (30) pela 3ª Câmara Cível.
Aprovados em concurso já teriam feito até curso de formação.



O Tribunal de Justiça manteve a decisão da 4ª Vara da Fazenda Pública de Natal que determinou que o governo do estado nomeasse os candidatos aprovados no concurso para agente penitenciário. O julgamento do recurso de agravo aconteceu nesta segunda-feira (30) na 3ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Norte.

A sentença, mantida no TJRN, também definiu a nomeação dos candidatos que realizaram o curso de formação a medida em que forem surgindo vagas no quadro de pessoal, até que se complete o total de vagas a serem ocupadas pelos que fizeram o curso de formação.
O Estado alegou no recurso de agravo que o edital estabeleceu 400 vagas para o cargo de agente penitenciário, logo, a obrigação gerada para o Estado era de nomear igual quantitativo de aprovados no respectivo certame, podendo nomear mais 90 candidatos aprovados, caso surgissem mais vagas em decorrência de exonerações e aposentadorias. Assim, assevera que este número já seria suficiente para atender aos 500 presos provisórios.

No entanto, para os desembargadores da 3ª Câmara Cível do TJ, não há dúvida de que, não seria razoável que a Administração convocasse novo concurso para provimento de cargos idênticos àqueles aos quais já existiriam candidatos definitivamente aprovados em concursos anteriores e que fizeram, inclusive, o Curso de Formação Profissional para ingresso na carreira.
A decisão também fundamentou que a conduta da administração em onerar os cofres públicos para formação de novos agentes carcerários e, após sua aprovação no referido curso, não providenciar a integração destes no quadro de Agentes Penitenciários foge igualmente à razoabilidade, pois, conforme salientado pelo Ministério Público Estadual, afronta aos princípios constitucionais da economicidade e efetividade.

"Na realidade, embora o Estado do Rio Grande do Norte, por meio de seu Secretário da Justiça e Cidadania, tenha informado que foram nomeados mais de 600 candidatos aprovados, presume-se que a Administração Pública não teria dado prosseguimento aos atos necessários para que os candidatos aprovados nas demais fases fizessem o referido curso se não houvesse necessidade de dar efetivo provimento aos cargos, seja porque visava cumprir decisões judiciais anteriores, seja pela situação em que se encontra o sistema carcerário estadual", enfatiza o relator do recurso, desembargador Amaury Moura Sobrinho.

Fonte: intertv

Polícia identifica líder da quadrilha morta em tiroteio com policiais no RN

Polícia Civil investigava operações do grupo há dois meses.
Isaías Leandro Lopes morreu durante o confronto com a polícia.



A Secretaria Estadual de Segurança Pública e Defesa Social (Sesed) do Rio Grande do Norte, informou na manhã desta segunda-feira (30) que líder da quadrilha investigada na operação Hefesto, conduzida pela Divisão Especial de Investigação e de Combate ao Crime Organizado (Deicor) da  Polícia Civil do estado, está entre os mortos do confronto entre policiais e criminosos que ocorreu no último domingo (29), na cidade de Currais Novos, na região do Seridó potiguar.

De acordo com as informações da Sesed, Isaías Leandro Lopes seria o líder de uma organização criminosa que promovia assaltos a bancos e explodia caixas-eletrônicos. Além dele, um homem identificado como João Batista Nunes da Silva e outros cinco que ainda aguardam identificação, foram mortos em confronto com integrantes da Polícia Civil e do Batalhão de Operações Especiais da Polícia Militar (BOPE).
Segundo a delegada Danielle Filgueira, da Deicor, a operação Hefesto investigava a organização há dois meses. Ainda segundo a delegada, a Polícia Civil recebeu a informação de que a quadrilha estaria preparando uma ação na região do seridó entre o sábado (28) e o domingo (29).
De acordo com a polícia, os homens estavam em dois carros e quando viram os policiais abriram fogo. Os policiais reagiram. No interior dos veículos, foram encontrados explosivos e armas de fogo de diversos calibres, entre elas pistolas, revólveres e escopetas de calibre 12.

Além dos integrantes mortos, dois membros da quadrilha foram presos. João Maria da Rocha foi preso logo após a troca de tiros, em Currais Novos. Ele se identificou como taxista e que havia sido sequestrado pelo grupo e obrigado a dirigir, porém sua participação no grupo criminoso foi confirmado pela Polícia Civil. Enquanto isso, Kleiton Carrol Gomes de Albuquerque foi preso em Natal. Também segundo a polícia, Kleiton armazenaria armas para o grupo na capital potiguar.
Em entrevista a reportagem do RN TV 1ª Edição, a delegada Danielle Filgueira afirmou que as
investigações devem continuar, uma vez que a quadrilha ainda tem mais membros. O grupo é suspeito de participar de ações criminosas em cidades do interior do Rio Grande do Norte e em outros estados.

Fonte: intertv

Homem leva tiros e cai morto dentro de cova, em cemitério.

Polícia disse que morte possivelmente tem relação com o tráfico de drogas.
Um jovem foi detido nas proximidades, mas disse que não conhecia a vítima.


Um homem foi morto a tiros dentro de um cemitério no bairro Santa Inês, em Vila Velha, na Grande Vitória, na tarde deste domingo (29). A vítima ainda teria tentando escapar por um buraco em uma parede, mas foi puxado de volta, jogado em uma cova  aberta e, então, baleado e morto. A polícia disse que o homicídio possivelmente tem relação com o tráfico de drogas.
O crime aconteceu por volta das 16h e atraiu muitos curiosos, que se aglomeraram no local. A polícia informou que foram encontradas sete perfurações no corpo da vítima, ainda não identificada. Próximo ao corpo do homem havia 94 buchas de maconha, 19 pedras de crack e um revólver calibre 38. Os policiais não souberam dizer se a arma era da vítima ou dos suspeitos.

Testemunhas informaram que o homem chegou ao cemitério em uma motocicleta, entrou a pé pelo portão principal e foi perseguido por um grupo de pelo menos 10 indivíduos. A vítima ainda teria tentando escapar. Os suspeitos fugiram pelo mesmo buraco na parede.
Um jovem, que estaria com a vítima antes do crime, foi detido e contou à polícia que havia levado o homem ao cemitério na motocicleta, mas que não o conhecia. Com ele também foi encontrado outro revólver. Porém, a polícia suspeita da versão e acredita que o jovem possa ter relação com a vítima, e que ambos seriam do bairro Terra Vermelha, no mesmo município.

O crime assustou os funcionários do cemitério, que trabalhavam no local no momento do assassinato. Eles ouviram os tiros e procuraram correr para se esconder. “Nunca vi uma cena como a de hoje. Foram muitos tiros”, contou um dos trabalhadores que, com medo, preferiu não se identificar.
Vários carros da Polícia Militar estiveram no bairro durante a tarde. Até mesmo um helicóptero foi utilizado para realizar as buscas pelos suspeitos. O crime será investigado pela Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), em Vitória.

* Com colaboração de Darshany Loyola, do Jornal A Gazeta.

Jovem ameaça arremessar bomba em escola e assassinar 17 estudantes na região de Sousa- PB

As aulas foram suspensas na sexta-feira, pois os pais dos estudantes temiam que o homem invadisse e praticasse o crime.



A população do município de São Francisco, no Sertão da Paraíba, viveu momentos de apreensão na tarde da sexta-feira (27). Um jovem que não teve o nome divulgado, teria ameaçado invadir a escola Francisco de Sales Gadelha de Oliveira (Chico Coréa) e matar os estudantes.

De acordo com informações da Polícia Militar, as ameaças surgiram nas redes sociais, onde o suspeito teria advertido que iria assassinar 17 alunos do colégio. O acusado teria afirmado ainda que iria arremessar uma bomba de grande porte para destruir o prédio.

As aulas foram suspensas na sexta-feira, pois os pais dos estudantes temiam que o homem invadisse e praticasse o crime.

O homem mora no Sítio Vitorino, porém, a polícia militar realizou diligências e constatou que o suspeito não estava mais na residência.

O jovem divulgou várias fotos nas redes sociais. Em algumas imagens, ele aparece com três facas nas mãos.

Fonte: diáriodosertão

Mutirão de Execução Penal em Caicó teve 760 processos analisados


A Defensoria Pública do Estado do Rio Grande do Norte (DPE-RN) finalizou, na noite desta quinta-feira (26), o mutirão de Execução Penal que estava sendo realizado na cidade de Caicó, Região Seridó do estado. A força tarefa analisou 760 processos em tramitação na Vara Criminal da Comarca local e protocolou 71 pedidos entre progressões de regime, liberdade condicional e indultos.

O mutirão, que teve início na última segunda-feira (23), foi o segundo realizado pela Defensoria Pública do Estado em 2015. O primeiro aconteceu em Mossoró, onde foram analisados cerca de 1700 processos de apenados da Penitenciária Agrícola Dr. Mário Negócio. Na ocasião, 177 pedidos de progressão de regime, sendo encaminhados ao Judiciário.

De acordo com o coordenador do Núcleo de Execução Penal da DPE, defensor público Serjano Marcos Torquato Valle, todos os processos em tramitação na Vara Criminal da Comarca de Caicó foram analisados, sendo 520 de apenados e 240 de presos provisórios, que ainda aguardam julgamento, que resultaram nos 71 pedidos protocolados pelos defensores.

Ainda segundo o defensor, após a análise dos processos e a realização dos pedidos, cabe ao Poder Judiciário avaliar a situação dos presos e concessão dos benefícios. “Nós fizemos as solicitações e encaminhamos para que o juiz possa apreciar. Acredito que as respostas não devem demorar, pois ele se comprometeu a analisar tudo até a próxima semana”, afirmou.

Serjano Torquato disse ainda que novos mutirões já estão planejados para os meses de abril e maio. “Nós vamos continuar realizando os mutirões para atender todas as Comarcas onde existe penitenciária estadual. Agora no início de abril iremos para a penitenciária de Alcaçuz e em maio levaremos esse trabalho para Pau dos Ferros”, destacou o defensor.

Presídio Provisório Raimundo Nonato

Além dos mutirões de Execução Penal, que atendem às demandas de presos condenados pela Justiça, a Defensoria Pública do Estado do Rio Grande do Norte iniciou, na última terça-feira (24), o atendimento permanente aos presos provisórios que aguardam julgamento no Presídio Provisório Raimundo Nonato, localizado na Zona Norte de Natal.

Executado pelo Núcleo de Assistência aos Presos Provisórios e Familiares, o projeto leva, a cada 15 dias, defensores públicos para atenderem os presos na própria unidade prisional. “Muitas vezes nos só tínhamos contato com esses assistidos nos dias das audiências. O atendimento aqui na penitenciária é importante porque nós teremos a possibilidade de ouvi-los e isso ajuda, inclusive, na elaboração da defesa”, argumentou a defensora Joana D’arc de Almeira Bezerra Carvalho, coordenadora do Núcleo.

De acordo com a defensora pública Anna Karina Freitas de Oliveira, que participou do primeiro dia de atendimentos, o projeto já começou a mostrar os reflexos positivos. “Conseguimos conversar com 12 presos e hoje (27), estamos novamente aqui para dar o retorno a estes assistidos sobre as situações dos seus processos. Inclusive, em um desses casos, fizemos o pedido para que ele possa responder ao processo em liberdade e o juiz prontamente concedeu o alvará de soltura”, comentou.

Fonte: sidneysilva

Agricultor foi morto a golpes de facão na zona rural de Almino Afonso no Oeste Potiguar

Um crime brutal foi registrado na tarde de sexta feira 27 de março de 2015,no município de Almino Afonso, região do Médio Oeste do Rio Grande do Norte.



Lailson Monteiro de Brito de 28 anos de idade,agricultor,que residia no sítio Boa Vista, foi brutalmente assassinado a golpe de facão.

Segundo testemunhas a motivação do crime pode está relacionado a uma briga por causa de animais soltos na propriedade do acusado.

A Policia Militar foi informada que algumas criações de Lailson, teriam invadido a propriedade de outro agricultor e apartir daí gerou-se um clima de discursão entre os dois.

Ainda de acordo com a Polícia,o agricultor,que por sinal é da mesma família da vítima,teria reclamado da invasão das criações em seu terreno,e Lailson não gostou,o que acabou em confusão e na morte do agricultor.

O suspeito fugiu após a ação criminosa. O corpo do agricultor foi removido para sede regional do Itep em Mossoró.

Fonte: fim da linha

PM recupera em Nova Cruz, Moto roubada em Natal

Policiais do GTO de Nova Cruz e GU de Passa e Fica, recuperaram uma moto na madrugada deste sábado (28), que teria sido tomada na Zona Norte de Natal estava escondida naquela cidade.



Segundo a PM,  a moto tipo Honda 150 de cor preta e placa OJU 5744, estava escondida na casa de Valter Luiz da Silva, que foi preso ainda no local. Um outro envolvido no crime que também estava na residência, conseguiu fugir do cerco policial.

Após a prisão e apreenção do veículo, os policiais se encaminharam para a delegacia distrital onde realizaram os procedimentos cabíveis.

Fonte: 190RN

Bombeiros retiram de tubo corpo de homem sugado por chuva em Natal

Corpo de Klebson Nascimento foi resgatado na madrugada deste sábado.
Ele passou uma semana preso dentro de uma tubulação de drenagem.


O Corpo de Bombeiros do Rio Grande do Norte e a Defesa Civil de Natal enfim conseguiram resgatar, já na madrugada deste sábado (28), o corpo do auxilar de pedreiro Klebson Nascimento, de 37 anos, que passou quase uma semana preso dentro de uma tubulação de drenagem no bairro de Mãe Luíza, na Zona Leste da capital potiguar.

Klebson estava sendo procurado desde o início da tarde do último sábado (21), quando foi sugado pelo bueiro que fica na Rua Atalaia. Ele tentava desobstruir a passagem da água da chuva que caía naquele momento quando aconteceu o acidente.
A retirada do corpo foi anunciada pela assessoria de comunicação do Corpo de Bombeiros às 3h36.

Área em construção
As buscas pelo corpo ocorreram entre as ruas Atalaia e Guanabara, em uma área que está em reconstrução depois de ter sido atingida por fortes chuvas que causaram deslizamentos de terra em junho do ano passado. O secretário adjunto de Defesa Social de Natal, Pedro Júnior, afirmou que a tubulação foi construída pela empresa responsável pelas obras de reconstrução da área. "Foi uma sugestão dos moradores para escoar a água. Havia uma grade protegendo a boca de lobo, mas ela foi retirada, e o local estava aberto", disse.

Acidente
Klebson foi sugado pela tubulação enquanto retirava entulho de um bueiro que fica na Rua Atalaia
O local estava alagado em razão da chuva que caiu em Natal da madrugada até o início da tarde do sábado (21). O Corpo de Bombeiros recebeu o chamado por volta das 12h.

O Corpo de Bombeiros recomenda que a população evite ao máximo estar em áreas alagadas, além de terrenos acidentados, buracos e bueiros abertos, assim como fiação elétrica exposta.
Os assistentes sociais do Município conversaram com a família da vítima, e a Secretaria Municipal de Trabalho e Assistência Social acompanha o caso.

Fonte: g1

Caminhão cai em cima de carro na BR-163 e mata cinco pessoas

Vítimas seriam da mesma família e morreram na hora. Motorista do caminhão foi encaminhado para o Hospital.



Cinco pessoas, supostamente da mesma família, morreram após um caminhão bater e tombar em cima do carro de passeio em que estavam, no km 570 da BR-163, entre Nova Mutum e Diamantino, distante 269 km e 209 km de Cuiabá, respectivamente. De acordo com informação da Polícia Rodoviária Federal em Mato Grosso (PRF-MT), o acidente ocorreu no início da tarde desta sexta-feira (27). O carro tem placas da cidade de Sorriso, no Norte do estado, e nele estavam três mulheres, um homem e uma criança com aproximadamente seis anos. O trânsito no local está completamente bloqueado.

O motorista do caminhão foi encaminhado para o Hospital de Nova Mutum. O estado de saúde dele não foi divulgado. A  concessionária Rota do Oeste, responsável pela duplicação e reparos na rodovia, informou que equipes do Serviço de Atendimento ao Usuário (SAU) estão no local para prestar socorro. Também foram enviados dois guinchos e veículos de inspeção.
Ainda de acordo com a Rota do Oeste, os veículos envolvidos no acidente ainda estão na pista e a orientação aos motoristas é evitar este trecho. Não há previsão para liberação da pista.

Fonte: g1

Policia Federal deflagra a segunda operação Salt em Mossoró

A Polícia Federal (PF) deflagrou na quinta-feira (26), em Mossoró, Região Oeste do Estado, a “Operação Salt II”, visando reprimir uma suposta organização voltada à prática de crimes tributários e lavagem de dinheiro, cuja atuação foi detectada preliminarmente em dezembro de 2013 e resultou na deflagração da “Operação Salt”, pela própria PF, naquela cidade.



A operação cumpriu quatro mandados de buscas e apreensão nas sedes de três empresas e na residência de um empresário mossoroense do mesmo grupo que, após análise do material apreendido em 2013, vinha se utilizando de meios fraudulentos para importar máquinas industriais dos Emirados Árabes e declarar à Receita Federal, um valor subfaturado, resultando em um menor pagamento de tributos.

Além da sonegação, a conduta criminosa dos envolvidos, revelou ainda, a prática de lavagem de dinheiro devido a origem ilícita dos recursos utilizados para a compra do maquinário. A PF utilizou cerca de 15 policiais na operação e contou ainda com o auxílio de Auditores da Receita Federal do Brasil.

O nome da operação, que significa ‘sal’ em inglês, se deve à atuação do principal investigado que é empresário do ramo salineiro naquela Região.

Fonte: 190rn

Músico é executado com oito tiros por motociclistas na região Oeste do estado



Um jovem foi morto ao ser atingido por vários disparos de arma de fogo no centro da cidade de Caraúbas, região Oeste do estado. O crime ocorreu no centro da cidade, onde a vítima identificada como Bruno Sales, de 32 anos, conhecido por Bruninho Manteiga, foi alvejado com oito disparos e morreu no local.

Segundo a Polícia local, dois indivíduos, em uma motocicleta se aproximaram, quando o garupa desceu e efetuou quatro disparos de arma de fogo, após ser atingido, a vítima tentou fugir, porém, o indivíduo subiu na moto e nas proximidades do Supermercado Queiroz, efetuou mais quatro tiros contra a vítima.

Bruninho Manteiga ainda foi socorrido por populares para o Hospital Regional Aguinaldo Pereira da Silva, mais não resistiu e morreu a caminha da unidade hospitalar. Ninguém soube informar o motivo do crime. A vítima era músico percussionista da banda Amaré Do Brasil.

A polícia da 3ª Companhia de Polícia Militar de Caraúbas encontra-se em diligências, porém até o fechamento desta matéria ninguém foi encontrado. O caso será investigado pela Delegacia de Polícia Civil de Caraúbas, que tem a frente, o Delegado Dr. Erick Gomes.

Fonte: fim da linha

Agentes apreendem maconha e celulares jogados por cima de muro de CDP

Flagrante foi feito na noite desta quinta-feira, na zona Norte de Natal.


Na noite desta quinta-feira (27), agentes penitenciários lotados no Centro de Detenção Provisória do Potengi, na Zona Norte de Natal, encontraram uma sacola com materiais ilícitos destinados aos presos daquela unidade.

De acordo com os agentes penitenciários, uma sacola foi arremessada por cima do muro do CDP Potengi para que os presos pudessem pegar. No entanto, a fiscalização acabou encontrando antes e apreendeu o material.

Foram encontrados dentro da sacola uma pequena quantidade de maconha, quatro aparelhos celulares, com quatro carregadores e um chip telefônico. Após o flagrante, a guarda externa e os agentes ainda chegaram a realizar buscas na área em torno do CDP, mas nenhum suspeito de ter arremessado a sacola foi encontrado.

Fonte; portalbo

Quatro meses após morte de filho, subtenente revela que esposa dificulta contato com caçula


Em entrevista exclusiva ao Tribuna do Ceará, o subtenente Francilewdo Bezerra lamenta a postura de Cristiane Coelho. E a chama de “monstro”, acusando-a pelo crime


Após mais de quatro meses do crime que provocou a morte por envenenamento de um garoto autista de 9 anos, em Fortaleza, será feita uma nova reconstituição do caso, na manhã desta sexta-feira (27). Na véspera do encontro entre pai e mãe, que se acusam de cometer o crime, o Tribuna do Ceará conversou com o subtenente do Exército Francilewdo Bezerra sobre seu relacionamento com os filhos e com a esposa Cristiane Coelho, e sua rotina após o fato que mudou sua vida.

O que mais lhe aflige é a distância e falta de contato com o filho mais novo, Lucas, que está com a família de Cristiane, no Recife. Desde o dia em que ingeriu veneno, 11 de novembro de 2014, o militar não teve mais contato com o filho. “Desde o dia em que eu fui dormir, dia 10, até hoje eu não vi meu filho”, lamenta.

A morte de Lewdo Ricardo, garoto autista de 9 anos, aconteceu em 11 de novembro, no Conjunto Napoleão Viana, no Bairro Dias Macedo, em Fortaleza, na residência do casal. Na ocasião, Cristiane ingeriu medicamentos, mas sobreviveu. Atendida por médicos, acusou o marido à polícia. Já Francilewdo ingeriu veneno e ficou internado durante um mês no Hospital do Exército. Recuperado, passou a se defender e a acusar a esposa de ter cometido o crime.

Agora, o militar pretende voltar ao trabalho e lutar pela guarda do filho mais novo, também autista, de 5 anos. É o que ele conta na entrevista exclusiva a seguir.

Tribuna do Ceará - Como está seu estado de saúde?

Francilewdo Bezerra - A última cirurgia que eu fiz está com 20 a 25 dias, quando foi retirada a bolsa que eu usava. Eu não voltei a trabalhar justamente por estar me recuperando. Ainda sinto dores no local porque foi um corte profundo. Pegou intestino, o músculo e a pele. O que me faz mais sentir dor é a parte do músculo, onde demora mais a cicatrizar. Mas dentro da medida do possível eu estou bem, estou conseguindo caminhar, já não sinto tanta dor.

Tribuna - Você acha que em breve já pode voltar a trabalhar?

Francilewdo - Eu acho que sim. Eu quero voltar a trabalhar porque eu não aguento mais ficar em casa. Tenho que ocupar a mente, ficar só vendo televisão ou lendo não está me fazendo bem. Provavelmente em abril eu devo voltar a trabalhar.

Tribuna - Como é sua rotina hoje?

Francilewdo – Minha rotina hoje é bem diferente. Além de trabalhar, eu fazia muita atividade física. Então, nem estou trabalhando e nem estou praticando nenhum dos esportes que eu fazia antes. Como eu moro com a minha irmã, fico mais em casa, assistindo televisão, às vezes acesso a internet, mas sem procurar nada desse assunto. O que eu sei já me deixa nervoso às vezes. À noite, quando eu vou fazer minhas orações e peço a Deus pelo meu filho que ainda está vivo, tenho dificuldade de dormir depois disso. Já teve dia de eu dormir às 4 horas da manhã. Eu fico pensando naquele dia procurando alguma coisa que possa revelar algo mais para as autoridades. Eu fico toda hora martelando na minha cabeça o que aconteceu, por que aconteceu, por que ela matou o meu filho mais velho. Por que ela fez isso comigo e com o filho que ela dizia que amava.

“À noite, quando eu vou fazer minhas orações e peço a Deus pelo meu filho que ainda está vivo, tenho dificuldade de dormir depois disso.”

Tribuna - Você tem falado com sua ex-mulher?

Francilewdo - Não. O único contato que a gente tentou foi ligar para a casa, e quem atendeu foi a tia dela. A gente conversou, tentou falar para colocar o Lucas no telefone e veio a ordem de alguém, que a gente ouviu, para desligar o telefone. Não procurei nenhum contato com ela. Apesar da tentativa dela de entrar em contato. Não pelo meu telefone, mas pelo da minha mãe. Mas a gente preferiu não ter contato. Até porque eu não sei se eu teria estômago para ouvir a voz dela.

Tribuna - Então você não tem contato com o filho que sobreviveu?

Francilewdo – Não, nem por telefone. No dia do aniversário dele nós tentamos uma ligação, que não foi aceita, ela foi desligada. Desde o dia em que eu fui dormir no dia 10 até hoje eu não vi meu filho. A não ser por uma foto que ela colocou na internet. Mas desde o dia em que ela sequestrou o meu filho e levou, desde esse dia eu não vi.

Tribuna - Como é chegar em casa e não ter a presença dos filhos e a rotina de brincar com eles?
Francilewdo – Não digo nem chegar em casa, porque nem na minha casa eu estou. Sinto muita falta dos dois. Minha rotina era ir para o hospital onde eu trabalho, ficava lá até 14h, 15h, malhar na academia e depois ia pegar ele na escola. Essa rotina é que me faz falta. Chegava lá, pegava os dois, levava pra casa. Quando eles desciam do carro, já saíam correndo. Tinha uma piscina que era inflada e eles brincavam.

Tribuna - Como você lida com a saudade?

Francilewdo – Desde o dia em que eu acordei do coma, não há um dia em que não pense no Lewdinho e no Lucas. O Lewdinho eu lembro que, ao acordar, ele era o primeiro que acendia todas as luzes, era ele que acordava a gente. A gente dizia, eu e aquele monstro lá, que ele era o despertador da casa. Ao me levantar, quando eu abro o olho, é o primeiro que me lembro. Depois era o Lucas, porque a gente sempre tinha que ir lá acordar ele. Mas não há um dia, desde aquele dia, que eu não lembre dos dois. Eu sei que Lewdinho está com Deus, bem protegido. O Lucas, infelizmente, está nas mãos dela. E o que eu espero é, no decorrer, conseguir a guarda dele para que ele venha para cá, perto de mim.

“Eu sei que Lewdinho está com Deus, bem protegido. O Lucas, infelizmente, está nas mãos dela.”
Tribuna - Você já conversou com o seu advogado para pedir essa guarda ou você vai esperar terminar o inquérito?

Francilewdo – Uma das coisas que eu sempre conversei com ele foi sobre isso. Eu tenho medo que ele fique lá. Se ela fez isso com um, então ela pode fazer com o outro. Até porque lá na casa moram ela, o Lucas e mais três idosos, cada um com 70 anos. Eu sei que eles são bem ativos, tem a tia dele que adora ele, eu sei que ela quem está cuidado dele, não é a mãe. Eu sempre perturbo [o advogado], pergunto: “Doutor, como é?” E ele: “Assim, vamos aguardar o inquérito”. Porque nós estamos em um momento em que na realidade eu ainda sou o principal suspeito. Todo mundo sabe que não foi eu, mas até agora o inquérito não foi fechado, nem eu e nem ela foi denunciado. No momento, no papel, ainda sou eu porque ela me denunciou. Inteligentemente, se agrediu para se utilizar da lei Maria da Penha para que eu fosse autuado em flagrante mesmo em coma.

Tribuna - Então você afirma que ela premeditou?

Francilewdo – Ela achou que eu ia morrer, porque pegou muitas coisas, que era para dar entrada na pensão. Ela só não levou a minha carteira porque minha irmã precisou, mas o restante, tudo o que tinha na minha carteira ela levou. Toda a documentação, do carro, certidão de casamento, tudo o que ela poderia dar entrada na pensão ela levou. Mas a gente está aguardando a finalização do inquérito para dar entrada, para que o Lucas venha. Até porque a gente veio para Fortaleza porque aqui seria um local onde ele se desenvolveria melhor. Ele estudava lá no Recife, mas aqui tem essa clínica que o Exército tem um convênio, e foi justamente por isso que a gente veio para cá.

Tribuna – O que lembra depois que acordou do coma?

Francilewdo - A primeira vez que eu acordei deve ter sido à noite, porque eu estava sozinho. Eu lembro de ter uma máscara, quando eu tirava essa máscara não conseguia respirar direito. Eu olhava e perguntava: “Onde é que eu estou”. Eu pensava que era um sonho.  Mas quando eu acordei, e olhei assim, estava com vários pontos no abdome e com essa bolsa do lado. A primeira coisa que eu perguntei foi: “O que é que eu estou fazendo aqui? O que é que aconteceu”. Me foi informado apenas que eu tive intoxicação alimentar e que ninguém sabia o que era. Minha mãe e meu pai vinham me visitar, e eu não sabia o que estava acontecendo. Quando me foi dito a verdade, em que eu estava sendo acusado de matar o meu filho e ter tentado me suicidar, a minha situação piorou. Eu tive uma hemorragia interna, perdi muito sangue, tive que tomar quatro bolsas de sangue e mais não sei quantas de plasma. Eu já estava me alimentando via oral e voltei novamente para o aparelho.

“Inteligentemente, ela se agrediu para se utilizar da lei Maria da Penha para que eu fosse autuado em flagrante mesmo em coma.”

Tribuna - O que passou pela sua cabeça nesse momento?


Francilewdo – Eu achava que era um pesadelo. Primeiro eles falaram que eu tinha ingerido esse veneno, chumbinho. Inclusive, seu filho também foi envenenado. Esse foi um momento que… (pausa) Eu falei que não iria chorar. (suspira) Esse é um momento que eu não vou esquecer nunca na minha vida. Porque você ir dormir um dia, você ver o seu filho brincar e depois saber que ele não está entre nós. Esse foi o dia mais difícil da minha vida. E o pior é dizer que eu estava sendo acusado de ter o assassinado e tentado me suicidar. Meu raciocínio bateu na hora que foi ela. Então ela deve ter me dado alguma coisa para dormir e para o menino, não sei. Ela envenenou nós dois e ficou lá assistindo, os dois agonizando.

Tribuna - Como foi ter que pensar que a mulher com quem você conviveu por 12 anos e teve dois filhos teria envenenado você e o Lewdinho?

Francilewdo – Ela falava para mim e passava para os médicos no hospital que tinha depressão. Que vivia deprimida porque estava longe da família, porque aqui ninguém gostava dela. Ela vendia isso não só para mim, mas para os meus familiares também. Ela não se relacionava com ninguém, a não ser com meus pais e minha irmã. Ela não conversava com ninguém no bairro, não interagia com ninguém. Eu vivia bastante preocupado porque achava que um dia iria chegar em casa e ela teria se matado. A minha grande preocupação era essa.

Tribuna – Se você tivesse uma única oportunidade de deixar um recado para o seu filho, qual seria?

Francilewdo – A única coisa que eu pediria a ele era desculpa. (Chora) Porque no dia que ele nasceu, eu disse que iria defender ele de tudo. Quando a gente descobriu que ele era autista, eu e aquele monstro que viveu comigo, a gente fez um pacto de defender os nossos filhos, eles estariam em primeiro lugar em tudo. Foi por isso que a gente veio embora para Fortaleza. Eu sou daqui, mas ela não é. Foi por isso que a gente veio para cá, para dar uma vida melhor para ele. E quando as coisas estavam melhorando, ela conseguiu estragar tudo.

Então eu só pediria desculpa por não ter conseguido defender ele como eu havia prometido. Dizer para ele que eu só não o defendi como deveria porque não sabia que o monstro que atacaria ele era a própria mãe. Era a única coisa que eu queria dizer a ele: pedir desculpa por não ter conseguido protegê-lo como gostaria.

Fonte: tribunadoceara.

Vigilante tenta impedir assalto, mas acaba sendo baleado em escola da PB

Caso aconteceu na noite dessa quinta-feira, em Campina Grande

Um vigilante foi baleado na noite dessa quinta-feira (26) durante uma tentativa de assalto a uma escola estadual de Campina Grande. De acordo com o Centro Integrado de Operações Policiais (Ciop), o crime aconteceu por volta das 20h50, no bairro de Cuités.



Segundo relatos da vítima à Polícia Militar, dois homens armados pularam as grades de escola e tentaram assaltar alguns alunos. Ao perceber a ação dos bandidos, o vigilante ameaçou intervir, soltando um grito que chamou a atenção da dupla. Um dos assaltantes sacou um revólver e atirou contra a vítima, que foi atingida na perna direita.

Após efetuar o disparo, os suspeitos fugiram pelos fundos da escola, em uma motocicleta vermelha. A polícia realizou buscas nas proximidades da instituição, mas nenhum suspeito foi localizado.

O vigilante baleado foi socorrido para o Hospital de Emergência e Trauma de Campina Grande. O estado de saúde dele não foi divulgado.

Fonte: portalcorreio

Polícia deve convocar 700 concursados até terça-feira dia 31



O Comando da Polícia Militar do Rio Grande do Norte ainda não tem uma data definida para a divulgação do resultado dos exames de saúde dos 709 homens convocados para a última fase do concurso para soldados da Polícia Militar, que é o curso de formação. Entretanto, o tenente-coronel Silvério Soares de Souza Monte, clínico-geral do Centro de Saúde da PM, informou que a relação com os nomes dos aprovados sairá até o final deste mês, ou seja, até a próxima terça-feira, 31.

A informação foi confirmada à TRIBUNA DO NORTE na manhã de ontem pelo comandante da Polícia Militar do RN, coronel Ângelo Mario de Azevedo Dantas. “Todo dia tem gente me ligando para saber disso. O que posso dizer é que estive com Silvério há pouco tempo e ele me falou que o resultado sairá provavelmente até o último dia deste mês”, comentou.

Fonte: blogdobg

Plano de Ações para o Sistema Penitenciário do RN será apresentado nesta sexta-feira (27)

O Governo do Estado realiza na manhã desta sexta-feira (27), às 10h, uma coletiva de imprensa no auditório da Governadoria, no Centro Administrativo, para apresentar o Plano de Ações do Departamento Penitenciário Nacional, do Ministério da Justiça, para reestruturação o Sistema Penitenciário do Rio Grande do Norte.



Estarão presentes na coletiva de imprensa o Governador Robinson Faria, a secretária Nacional de Segurança Pública, Regina Miki, e o diretor do Departamento Penitenciário Nacional, Renato de Vitto, além dos secretários de Estado da Justiça e Cidadania, Edilson França, e da Segurança Pública e Defesa Social, Kalina Leite.


Fonte: Sesed_RN

Polícia Federal incinera mais de uma tonelada de maconha aprendida em operações na PB

Mais de uma tonelada de maconha deve ser destruída na manhã desta sexta-feira (27) pela Polícia Federal. Conforme nota divulgada pelo órgão, a droga será incinerada na Cerâmica Santa Rosa, situada na zona rural da cidade de Malta (Sertão do estado, a 332 km de João Pessoa).


De acordo com a Polícia Federal, será queimada cerca de 1.143 quilos de maconha. A droga é fruto de apreensões realizadas no sertão paraibano nos últimos quatro meses. A incineração será supervisionada pela Delegacia de Polícia Federal da cidade de Patos.

“A incineração, realizada em atendimento à legislação vigente e em cumprimento a decisões judiciais, faz parte dos atos de comemoração do 71º aniversário do órgão e busca refletir o compromisso da Polícia Federal com a sociedade paraibana e demais órgãos de persecução penal no combate ao tráfico de drogas e crimes correlatos”, diz a nota.


Fonte: maispatos

Maternidade do Hospital Mariano Coelho em Currais Novos está fechada



A maternidade do Hospital Mariano Coelho, em Currais Novos, está fechada desde a sexta-feira (20). O motivo, é a falta de estrutura para o funcionamento.

A informação foi confirmada pelo médico cirurgião, Eduardo Pontes. Ele disse ao Blog Sidney Silva, que a unidade não tem dipirona, soro, que são insumos básicos.

Pensando em chamar a atenção do Governo do Estado, para o problema, um grupo de pessoas formado também por servidores do Hospital, estão mobilizados nas ruas em protesto.

O Secretário Ricardo Lagreca, teria informado sua ida ao Hospital para ver de perto o problema. Sua chegada estava marcada para as 08hs da manhã desta quinta-feira (26).

Fonte; sidneysilva

Presidiários saem das celas, escalam até o telhado dos pavilhões e realizam rebelião; agentes e PM cercam o local

A esposa de um dos presidiários, falou ao Diário do Sertão que a manifestação é pacífica, porém não tem hora para acabar.


Dezenas de presidiários da Colônia Penal Agrícola do Sertão na cidade de Sousa estão realizando protesto na manhã dessa quinta-feira (26). Com faixas e cartazes na mão, os detentos subiram no teto dos pavilhões onde estão sendo feitas as manifestações. A rebelião iniciou por volta das 07:30h, no momento do banho de sol.

De acordo com os presos, está faltando assistência médica e assistência social e alimentação de qualidade na casa prisional. Além disso, os detentos também denunciam também que estão sendo espancados pelos agentes penitenciários.

Em entrevista à reportagem do Portal e TV Online Diário do Sertão, Cristiane Alves Almeida, que é esposa de um dos presidiários, falou que a manifestação é pacífica, porém não tem hora para acabar.

“Não tenho medo de denunciar, a verdade dói. Já comunicamos ao promotor de justiça e queremos que sejam apurado os casos de espancamento. O carro da escolta penitenciária que deveria ser usado na escolta, o diretor usa para passeio em João Pessoa”, falou Cristiane Alves.

Agentes penitenciários, equipes da Polícia Militar e do corpo de bombeiros estão no local para garantir a segurança na Colônia Penal.

Direção
O diretor da Colônia Penal, Daniel da Rocha Cruz, falou ao Diário do Sertão, que vai enviar nota à imprensa sobre os protestos realizados pelos detentos. "Eu sugiro à imprensa que faça um trabalho ético e profissional, logo enviarei uma nota sobre essa rebelião", falou.

Fonte: diariodosertao

Presos cavam túnel na Penitenciária Agrícola Mário Negócio e tem fuga frustrada por agentes

Os agentes penitenciários encontraram um túnel na Penitenciária Agrícola Mário Negócio em Mossoró, na região Oeste do estado. A ação foi realizada pelos detentos do lado B do pavilhão três no solário e encostado a na parede do regime fechado.

Segundo as informações dos agentes, os presos tiveram acesso ao local, onde cavaram o túnel através de um buraco feito na tela de arame do solário. O buraco tinha cerca de 50 centímetros de profundidade e ainda em processo de escavação.

Os agentes da guarita perceberam um movimento estranho dos apenados durante esta quarta-feira (25), dia de visita e de imediato comunicaram aos plantonistas. De acordo com a direção da unidade prisional, a estimativa era de que pelo menos 100 detentos iriam fugir pelo túnel.


Fonte: fim da linha

Bandidos fazem reféns em hospital e arrombam caixa eletrônico no interior

Polícia Militar ainda não encontrou os assaltantes, cujo crime aconteceu na madrugada desta quinta (26)



Uma quadrilha de seis assaltantes invadiu, na madrugada desta quinta-feira (26), a agência do banco Bradesco, na cidade de Rodolfo Fernandes. Eles conseguiram levar todo o dinheiro do caixa eletrônico, que foi violado com o auxilio de um maçarico. Entretanto, essa informação só vai ser confirmada, após a realização da pericia feita por uma equipe do Instituto Técnico-Científico de Polícia (ITEP).

De acordo com a Polícia Militar, antes de entrar no banco, o grupo assaltou o hospital municipal, que fica próximo da agência, e eles fizeram o guarda e outros funcionários de reféns. A suspeita é que eles realizaram este ato para impedir que alguém ligasse para Polícia na hora que eles estivessem violando o caixa.

Um dos funcionários da unidade hospitalar disse que eles estavam portando pistolas e uma espingarda. Após a saída dos rapazes, os servidores conseguiram avisar a Polícia Militar sobre o acontecido. Eles fugiram em dois veículos, um do modelo Gol de cor prata, e o outro um Fiat Uno de cor cinza. A Polícia Militar ainda não encontrou os assaltantes.

Fonte: portalnoar

Suspeito de esfaquear esposa e filho é preso dez anos após o crime; filha viu

Vítimas foram mortas em 2005; suspeito desapareceu de Peruíbe, SP.
Antônio Belemer de Oliveira formou nova família em Borrazópolis, PR


Um foragido da Justiça, suspeito de assassinar a mulher e o filho há dez anos em Peruíbe, no litoral de São Paulo, foi preso pela polícia nesta quarta-feira (25) na cidade de Borrazópolis, no Norte do Estado do Paraná. O crime ocorreu em dezembro de 2005.

 Antônio Belemer de Oliveira é suspeito de matar sua esposa, Vandira Ramos de Oliveira, à época com 34 anos, e seu filho, Alberto Ramos de Oliveira, que tinha 17 anos. Ambos foram mortos com múltiplos golpes de faca. Os corpos foram encontrados na cozinha da residência onde a família morava.

A filha mais nova do casal, que tinha seis anos, teria visto o crime e contado a uma vizinha. Antônio fugiu do local de bicicleta e nunca mais havia sido visto. De acordo com o delegado de Borrazópolis, Antônio Belemer morava na cidade há oito anos, tinha formado uma nova família e levava uma vida pacata. A polícia chegou até ele por meio de uma denúncia anônima.

O suspeito está preso em uma cela anexa à Delegacia Sede de Faxinal, também no Paraná. Ainda não há previsão de quando ele será transferido para Peruíbe, onde o caso foi registrado e estava sendo investigado.

Fonte: tv tribuna

Diarista é presa suspeita de furtar R$ 11 mil em produtos dos patrões

Polícia investiga se mulher tinha comparsas e quem comprava os pertences.
Após patroa desconfiar, ela foi presa ao chegar para trabalhar, em Goiás.


 Uma empregada doméstica de 33 anos foi presa, na quarta-feira (25), suspeita de furtar mais de R$ 11 mil em produtos das casas dos patrões em Caldas Novas, na região sul de Goiás. Segundo a Polícia Civil, nas últimas semanas, a diarista cometeu os crimes em pelo menos quatro residências.

Uma das patroas notou o desaparecimento dos pertences, suspeitou da diarista e acionou a Polícia Militar no dia em que a mulher voltaria para trabalhar em sua casa. “Ela percebeu que a única pessoa estranha que havia entrado na sua casa era a diarista. Ela chamou a Polícia Militar, que aguardou a chegada da empregada, perguntou se ela havia roubado aqueles bens, em um primeiro momento ela negou, mas posteriormente ela confessou o crime”, disse o delegado responsável pelo caso, Leyilton Barros,

 De acordo com a Polícia Civil, a diarista levou os militares até sua casa e entregou os objetos furtados que estavam no local. Dentre os produtos há joias, perfumes, dezenas de peças de roupas e de sapatos de marcas famosas internacionalmente.

O delegado investiga se a empregada doméstica tinha ajuda de outras pessoas para transportar e também vender os produtos furtados. “A gente acredita que tenha sim alguém por trás orientando quais produtos ela iria subtrair para posteriormente revender. Então a gente continua com a investigação para localizar o comparsa dela e o ponto de receptação”, afirma Barros.

A polícia também vai apurar há quanto tempo a diarista furtava. Com a conclusão do inquérito policial, a mulher será indiciada por furto. Caso seja condenada, ela poderá ser sentenciada a uma pena máxima de quatro anos por cada um dos crimes cometidos.

Fonte: tv anhanguera

Informações sobre o recadastramento biométrico em Nova Cruz e outras cidades da região






Desde segunda, 23 de março, eleitores de  municípios do RN estão sendo identificados por meio de dados biométricos (impressões digitais e assinatura) e fotografia. Ao todo são 17 municípios potiguares. Confira:

Data do Início da Revisão - Zona Eleitoral - Municípios 

23/03/2015 - (9ª ZE) - Goianinha, Espírito Santo, Tibau do Sul e Jundiá 
24/03/2015 - (11ªZE) - Canguaretama, Baía Formosa e Vila Flor 
25/03/2015 - (12ª ZE) - Nova Cruz, Passa e Fica e Lagoa D'Anta 
26/03/2015 - (15ªZE) - São José do Campestre, Serra de São Bento e Monte das Gameleiras 
27/03/2015 - (13ª ZE)- Santo Antônio, Serrinha, Várzea e Passagem

Os eleitores de cada município devem procurar o Cartório Eleitoral de cada Zona Eleitoral para a realização da coleta de dados biométricos no horário normal de atendimento dos cartórios, de 8:00h às 13:00h, de segunda a sexta-feira. 

DOCUMENTAÇÃO NECESSÁRIA

O eleitor deve apresentar os seguintes documentos:

I - Original de documento público de identidade do qual se infira a nacionalidade brasileira, dentre os seguintes:

a) Carteira de Identidade ou carteira emitida pelos órgãos criados por lei federal, controladores do exercício profissional;
b) Carteira de Trabalho e Previdência Social – CTPS;
c) Passaporte modelo antigo (verde);
d) Passaporte modelo novo (azul), acompanhado de outro documento oficial que informe os dados de filiação;
e) Carteira Nacional de Habilitação – CNH, acompanhada, em caso de alistamento, de outro documento oficial que informe a nacionalidade.
II - comprovante de domicílio eleitoral;
III - título eleitoral original, se houver;
IV - cadastro de Pessoa Física - CPF, se possuir;
V - comprovante de quitação com o serviço militar obrigatório, para o alistando do sexo masculino maior de dezoito anos e menor de 45 anos, apenas nas operações de alistamento.


Fonte: PortalNCO.com.br

Informativo ASSPRA: IRPF 2015 - A Hora do Leão

Prezados sócios,



1)       ESCLARECIMENTO

O Sr. ADSON JOSÉ, contador da ASSPRA, durante muitos anos veio realizando a Declaração de Imposto de Renda de nossos sócios gratuitamente. O que não mais será feito.

O contrato entre a ASSPRA e ADSON sempre foi para que o mesmo realizasse a contabilidade da ASSPRA (pessoa jurídica), recebendo este a quantia de R$ 70,00 (setenta reais) mensais, desde janeiro último reajustado para R$ 150,00 (cento e cinquenta reais) mensais, valor muito abaixo do cobrado a outros clientes.

Contudo, mesmo assim de livre e espontânea vontade se ofereceu para realizar a Declaração dos sócios. Ocorre que atualmente, graças a sua competência profissional, o mesmo expandiu o número de empresas para quem presta serviços contábeis achando-se impossibilitado de continuar ofertando o serviço gratuitamente.

Aqueles que quiserem poderão procurar o mesmo para realizar sua declaração, contudo não mais gratuitamente.

Agradecemos ao Sr. ADSON JOSÉ por sua boa vontade e prestatividade em ter cedido gratuitamente seus préstimos a nossos sócios. O mesmo continua como contador da ASSPRA (Pessoa Jurídica).


2)       ORIENTAÇÕES AOS SÓCIOS

a)       A Declaração de Rendimento dos servidores estaduais estará disponível no site:


Os sócios da ASSPRA poderão realizar sua Declaração do IRPF 2015 através de:

EMANOEL MAURÍCIO DIAS DE PONTES
E-mail: emd_pontes@yahoo.com.br
Fone: (84) 9142-9563

HEITOR RODRIGUES DE LIMA
E-mail: heitor.rei@hotmail.com
Fone: (84) 9123-0061

PREÇOS:
R$ 20,00 (sócios)
R$ 40,00 (não sócios)


A Direção.