Gerente cearense suspeito de fraudar Caixa Econômica em R$ 100 milhões está preso

Após Polícia Federal deflagrar “Operação Fidúcia” em Fortaleza, o acusado residente em Natal se apresentou à PF e está preso por fraude em contratos de financiamentos


Está preso na superintendência da Polícia Federal (PF), em Natal, o ex-gerente da Caixa Econômica Federal (CEF), acusado de participar de fraudes que chegam à R$ 100 milhões.

O cumprimento de mandado de prisão temporário foi expedido pelo Juiz Federal da 32ª Vara de Fortaleza/CE, na manhã desta terça-feira (24). O acusado reside em Natal, tem 32 anos e é cearense.

O acusado de apresentou espontaneamente na superintendência da PF, ao tomar conhecimento de que era um dos alvos da “Operação Fidúcia”. A operação foi deflagrada na manhã desta terça-feira (24) em Fortaleza, com o objetivo de desarticular uma organização criminosa que fraudava contratos de financiamentos em agências da CEF do Ceará, com prejuízo total estimado em torno de R$ 100 milhões.

Após ser submetido a exame de corpo de delito no Instituto Técnico-Científico de Polícia-ITEP, o ex-gerente foi recolhido à custódia da PF, onde aguardará o pronunciamento da Justiça. O nome do acusado não foi divulgado pela PF.

Fonte: tribunadoceara
Reações:

0 comentários :

Postar um comentário

Obrigado por seu comentário! Ao ser aprovado será publicado.