Refém, gerente de lavanderia é morto durante assalto em Ponta Negra

PM e assaltantes trocaram tiros; João Maria de Lima foi baleado e morreu.
Foragido de Alcaçuz e mais quatro pessoas foram detidas após o confronto


Duas mulheres e um homem foram presos, após uma tentativa de assalto a uma lavanderia em Ponta Negra. Dois dos criminosos chegaram a fazer vítimas reféns dentro do estabelecimento comercial por aproximadamente uma hora. Houve um tiroteio com polícia e uma das vítimas do assalta acabou baleada.

A ocorrência teve início quando os três assaltantes chegaram a lavanderia e um homem e uma mulher invadiram o local armados. A outra mulher envolvida no assalto ficou no lado de fora em um veículo, para auxiliar na fuga.

Foi então que uma viatura do BPChoque realizava patrulhamento na área e resolveu abordar o veículo. Neste momento, informações ainda desencontradas, dão conta que houve um confronto e, com isso, um dos funcionários da lavanderia foi baleado.

O gerente da lavanderia chegou a ser socorrido pelos policiais para o Pronto-Socorro Clóvis Sarinho, mas não resistiu ao ferimento. João Maria Silva de Lima tinha 35 anos. A Delegacia Especializada em Homicídios (Dehom) iniciou a investigação para saber de qual arma partiu o tiro que matou o gerente.

Os dois bandidos que estavam dentro do estabelecimento fizeram os reféns. O Batalhão de Operações Policiais Especiais (BOPE) foi acionado e, após cerca de uma hora, os assaltantes se entregaram.

O suspeito do crime que foi preso é Genilson Antônio, que era foragido de Alcaçuz, morador de Mãe Luiza. A mulher que invadiu o estabelecimento com ele ainda não foi identificada. Já a terceira mulher que estava no carro, seria uma funcionária da lavanderia que, de acordo com a polícia, teria repassado informações para o casal de assaltantes.


Fonte: portalbo/intertv
Reações:

0 comentários :

Postar um comentário

Obrigado por seu comentário! Ao ser aprovado será publicado.