Polícia prende suspeito de matar e enterrar menina e esclarece crime

Apesar da negativa do suspeito, delegado tem fortes indícios e o autuou.


Após localizar o corpo da menina Maria Eduarda de Lima, de 12 anos, enterrado em uma duna de Genipabu, a Polícia Civil já está com o principal suspeito do crime preso e esclareceu o crime. A criança estava desaparecida desde o domingo (12) e foi encontrada no final da manhã desta quarta-feira (16).

O suspeito foi identificado como Carlos Alexandre de Andrade, de 38 anos. Ele trabalha como caseiro em uma granja próximo ao local onde o corpo foi encontrado. Apesar de negar, a polícia tem fortes indícios de que Carlos matou Maria Eduarda.

O delegado Raimundo Rolim disse ao Portal BO que um irmão de Maria Eduarda passou pela granja onde Carlos Alexandre estava, juntamente com a irmã, e foram para a casa da mulher do irmão da vítima.

Foi então que, em determinado momento, Carlos Alexandre ligou para a cunhada de Maria Eduarda e disse que o irmão a estava chamando na granja. A criança foi ao local e, desde então, estava desaparecida.

Ainda de acordo com o delegado Raimundo Rolim, houve contradição no depoimento do irmão da vítima e ele também está sendo investigado por participação no caso. Já o caseiro Carlos Alexandre foi levado para a delegacia de Extremoz para ser autuado por homicídio.

A menina Maria Eduarda chegou a ser amordaçada antes ser morta. A Polícia Civil também vai solicitar que o ITEP identifique se ela foi vítima de abuso sexual antes de morrer.



Fonte: portalbo

Reações:

0 comentários :

Postar um comentário

Obrigado por seu comentário! Ao ser aprovado será publicado.