'Se sente vaidosa', diz delegado sobre 'Viúva negra' presa no RN

Maria Nazaré Félix de Lima, de 62 anos, foi ouvida nesta segunda-feira (27).
Suspeita de morte de cinco companheiros, ela confessou quatro homicídios.

Para o delegado Getúlio Torres, a mulher suspeita de matar cinco companheiros se sente "vaidosa" por ser conhecida pelo apelido de "Viúva Negra". Maria Nazaré Félix de Lima, de 62 anos, foi presa no domingo (26) por ter matado mais um namorado no município de Ielmo Marinho, a 54 quilômetros de Natal. Em depoimento, ela confessou ter usado um pedaço de madeira no homicídio e admitiu outros três assassinatos.

"Na minha opinião em uma análise superficial, vi que ela se sente vaidosa e satisfeita por ser conhecida como Viúva negra. Não faz questão de negar os crimes e conta detalhes friamente", explica o delegado.

O delegado confirma que Maria Nazaré é suspeita de ter matado cinco homens, todos companheiros dela. No entanto, Nazaré só admite quatro assassinatos. "Eu matei quatro. Matei porque eles me batiam, me espancavam. Nunca dei sorte. Ontem eu estava embriagada, por isso matei usando um pedaço de pau. Eu estou me tremendo muito, estou arrependida", disse ela. Em três dos crimes, cometidos na década de 1990, Maria Nazaré foi condenada e chegou a passar muitos anos presa. Há 5 anos ela estava em liberdade.

Depois de ter matado o companheiro, Maria Nazaré procurou a polícia para afirmar que o encontrou morto em casa. Em seguida, a polícia descobriu que o homem foi assassinado por ela. "Foram vários golpes na cabeça e face da vítima. O pedaço de pau foi jogado no mato que ficava na frente da casa. É um local muito isolado", diz Getúlio Torres.

Ainda segundo o delegado, Maria Nazaré permanecerá detida na delegacia aguardando uma vaga no sistema prisional feminino.


Fonte: intertv
Reações:

0 comentários :

Postar um comentário

Obrigado por seu comentário! Ao ser aprovado será publicado.