Militar é executado com requintes de crueldade; Padrasto é o principal suspeito

Um jovem identificado como Matheus Melo de Souza, 20 anos, soldado da base aérea, foi executado neste feriado de 07 de setembro. O crime aconteceu no conjunto Habitar Brasil, em Porto Velho-RO. O principal acusado de cometer o homicídio é o próprio padrasto.

De acordo com informações policias, no início da manhã da ultima segunda-feira (07), vizinhos acionaram via CIOP uma guarnição, pois estava ocorrendo uma briga entre familiares. A polícia ao chegar ao local, não localizou ninguém na residência.

Ainda de acordo com o irmão da vítima, o padrasto é um homem violento e já tinha ameaçado os irmãos de morte. Populares afirmaram aos policiais que avistaram durante o final da manhã, o padrasto da vítima saindo da residência na companhia de outro homem, em atitude suspeita.

Já na parte da tarde, o irmão da vítima sabendo da suposta briga e do possível desaparecimento do seu irmão, resolveu adentrar a residência e encontrou a vítima caída ao solo todo ensanguentada e com um saco em volta do pescoço.

Rapidamente a Polícia Militar e perícia foram acionadas. O perito afirmou a equipe de reportagem, que a vítima foi morta com a ajuda de um comparsa, tendo em vista que, havia um saco na cabeça, onde alguém asfixiava, enquanto a segunda pessoa desferia os golpes de faca. A vítima sofreu dez facadas, sendo elas na região do pescoço, braços e costas.

Após diligências da polícia militar, um dos suspeitos de ter cometido o crime foi detido pela polícia. A vítima por ser militar da base aérea, pode-se afirmar que nesta data, o mesmo estaria na residência somente para buscar o fardamento deixado no local e foi executado cruelmente.


Fonte: newsrondonia
Reações:

0 comentários :

Postar um comentário

Obrigado por seu comentário! Ao ser aprovado será publicado.