No Maranhão: Estuprador foragido, tem cabeça, braço e pênis cortados e jogados em rio

Neste último domingo (8), a polícia encontrou  nas águas do rio Grajaú a cabeça do preso foragido Joseon Alves Barros, conhecido como “Siri”.

O corpo dele já havia sido encontrado no último sábado, (7), nas águas do mesmo rio no município. O corpo estava mutilado sem a cabeça, um dos  braços e a genitália. Joseon era foragido da Justiça e havia fugido da delegacia da cidade onde respondia por vários crimes, inclusive por estupro.

A policia está investigando o caso e suspeita que a morte de “Siri”, tenha sido motivada por vingança. Ele era acusado de ter violentado sexualmente uma jovem naquela cidade. Esse teria sido motivo que levou o justiceiro (diga-se de passagem) a executa-lo com requintes de crueldade.

A Polícia Civil do Maranhão investiga o caso.


Fonte: minar/facanacaveira
Reações:

0 comentários :

Postar um comentário

Obrigado por seu comentário! Ao ser aprovado será publicado.