Namorado de jovem que caiu de altura de 9m após agressão se apresenta à polícia

O personal trainer João Paulo de Campos Borges, de 27 anos, suspeito de ter agredido a namorada, Bruna Marsanovic, de 21 anos, na noite de Natal se apresentou à polícia nesta sexta-feira. A jovem foi encontrada num terreno baldio por volta das 23h30 do dia 25 de dezembro após cair do apartamento em que João vivia, no terceiro andar de um edifício em Jaraguá, Zona Norte de São Paulo.


A polícia acredita que Bruna tenha se jogado de uma altura de 9 metros para fugir das agressões do namorado. O suspeito não prestou socorro à vítima e estava foragido desde então. Um mandado de prisão temporária foi cumprido contra João Paulo. Bruna continua internada em estado grave no Hospital das Clínicas em São Paulo, com diversas fraturas.

De acordo com o delegado Marcos Antônio Santanieli, responsável pelas investigações, Bruna e João Paulo tinham uma relação bastante conturbada, com histórico de agressões. João Paulo já havia, inclusive, sido preso por agredir a namorada. No entanto, o relacionamento entre os dois continuou após o episódio.
Suspeito deve ser indiciado por tentativa de feminicídio
Segundo Santanieli, a agressão de João Paulo na noite de Natal contra a namorada foi motivada por uma suspeita de traição, conforme relatado pelo suspeito na Delegacia de Caieiras, onde se apresentou na manhã desta sexta-feira e contou sua versão dos fatos.

— O suspeito disse que estava desconfiado de uma traição da namorada. Segundo ele, quando questionada, ela negou que o tivesse traído, o que não impediu que desferisse socos contra o rosto da jovem. A vítima desmaiou, ele a colocou na cama.

Quando ela acordou, teria confessado a traição e informado que contaria a história em detalhes. Em seguida, de acordo com João, Bruna foi até a cozinha e pulou da janela — afirma o delegado, acrescentando que o suspeito culpou os anabolizantes que consumia por seu comportamento agressivo.

Os dois ficaram juntos por dois anos, apesar do histórico de agressões

Após a queda da namorada, João Paulo ligou para o pai e fugiu do local. O suspeito nega que tenha empurrado a namorada da janela. Bruna sofreu traumatismo craniano, fraturou a bacia, teve uma lesão na medula e corre o risco de ficar paraplégica. Após algumas cirurgias, a vítima permanece internada em estado grave no Hospital das Clínicas.
Bruna sofreu diversas fraturas pelo corpo
De acordo com Santanieli, o suspeito deve ser indiciado por tentativa de feminicídio. O personal trainer está preso na Delegacia de Caieiras, mas será encaminhado para a Cadeia Pública de Cajamar. O delegado aguarda o resultado de laudos para concluir as investigações.



Fonte: extra



Reações:

0 comentários :

Postar um comentário

Obrigado por seu comentário! Ao ser aprovado será publicado.