Jovem é morto após quebrar retrovisor de carro em acidente

Confusão entre motoristas ocorreu após colisão em Viradouro (SP).
Passageiro do carro atingido teria esfaqueado a vítima, diz testemunha.
Anderson de Oliveira Santos morreu durante briga de trânsito em Viradouro, SP (Foto: Reprodução/EPTV)
Foi enterrado na terça-feira (9) em Pitangueiras (SP) o corpo do motorista de 23 anos, morto com uma facada no fim de semana durante uma briga de trânsito em Viradouro (SP).
Segundo a Polícia Civil, o motivo do crime foi um acidente na estrada vicinal Adão Teixeira, em Viradouro, na noite de domingo (7). Anderson de Oliveira Santos voltava de uma festa de carnaval em Terra Roxa (SP) quando esbarrou o veículo em que estava no retrovisor de um carro que ele tentava ultrapassar na estrada vicinal Adão Teixeira.

A polícia tenta identificar os suspeitos.

O crime
De acordo com o amigo da vítima que estava no carro e prefere não se identificar, o crime aconteceu quando os dois seguiam de volta a Pitangueiras após participarem de uma festa de carnaval em Terra Roxa.

A testemunha conta que Santos resolveu ultrapassar o veículo que estava à frente deles, mas que houve um acidente. “O Anderson foi tentar ultrapassar o carro, mas antes de ultrapassar totalmente ele esbarrou no carro e quebrou o retrovisor do carro. A gente ficou com medo de parar. A gente deu fuga na frente deles e eles foram atrás de nós”, afirma.

Segundo a testemunha, o carro em que os dois estavam foi perseguido até o trevo de Viradouro, quando foi fechado pelo motorista do automóvel danificado. Dois homens teriam descido do veículo e xingado os dois jovens. “Eu saí do carro e falei para eles ‘calma, vamos chamar a polícia, vamos resolver de boa. Se quebrou alguma coisa, a gente vê o que quebrou, se tiver que pagar nós pagamos’, diz.

A testemunha conta que o passageiro do veículo estava muito exaltado e que chegou a quebrar o retrovisor do carro de Santos. “Ele disse que estávamos quites e virou as costas”, afirma.
Santos teria ficado nervoso e os dois começaram a brigar. Foi neste momento, segundo a testemunha, que Santos foi esfaqueado. “Eles montaram no carro, eu fui até o Anderson e perguntei se ele estava bem. Ele olhou para mim com uma cara de dor e eu falei o que aconteceu. Ele caiu, eu o segurei e vi o sangue na barriga dele.”

De acordo com o amigo da vítima, os dois homens ainda levaram com eles a chave do carro de Santos. “Eu deixei ele sentado e fui procurar socorro. Demorou uns 20 minutos para a polícia e a ambulância chegarem. Eu tive que buscar socorro por telefone e o sinal era ruim.”
No veículo dos suspeitos havia ainda uma mulher e uma criança.
A Polícia Civil ainda não identificou os suspeitos.


Fonte: EPTV
Reações:

0 comentários :

Postar um comentário

Obrigado por seu comentário! Ao ser aprovado será publicado.