Violência em Mossoró preocupa cúpula da segurança pública do RN

A secretária de Estado da Segurança Pública e da Defesa Social, Kalina Leite, falou com a imprensa na tarde desta terça-feira, 22, sobre a morte do soldado da Polícia Militar, Wildney Alves de Andrade, na tarde de ontem, em um cartório no centro de Mossoró, e fez esclarecimentos sobre os demais crimes ocorridos na mesma noite, na cidade.
Secretária Kalina Leite, concedeu coletiva para falar da violência em Mossoró
De acordo com a secretária, o policial teria reagido à ação de dois bandidos que renderam funcionários e clientes do Terceiro Cartório. Na troca de tiros, o soldado foi baleado e morreu quando estava sendo socorrido para o Hospital Tarcísio Maia (HRTM). A titular da Sesed lamentou a morte do policial. “Reconhecemos a dedicação e a bravura do soldado Wildney, que por instinto de proteger a população, perdeu sua vida”, disse.

Ainda sobre a morte do policial militar, a secretária garante que toda a estrutura da Sesed encontra-se disponibilizada para apurar o ocorrido, identificar e prender os acusados.

“As Polícias Militar e Civil estão em diligências. As imagens do circuito interno do cartório já foram analisadas e alguns suspeitos identificados. A Polícia não vai sossegar enquanto os responsáveis não forem presos. Recomendamos que se entreguem. Não admitimos morte de nenhum cidadão”, destacou Kalina Leite.

Violência

Kalina Leite aproveitou para analisar as outras cinco mortes ocorridas na mesma noite, em Mossoró. “É prematura qualquer análise que relacione esses assassinatos com a morte do policial militar. Infelizmente, temos registrados em Mossoró alguns picos de crimes, o que não seria uma exclusividade em função do triste fato envolvendo o policial”, concluiu.


Fonte: omossoroense
Reações:

0 comentários :

Postar um comentário

Obrigado por seu comentário! Ao ser aprovado será publicado.