Operação da polícia prende suspeito de vender armas para criminosos na PB

Com o homem detido foi encontrada uma espingarda calibre 12 que pode ter sido usada para assassinar um casal; investigações começaram após denúncias ao Disque Denúncia da Secretaria da Segurança
Material apreendido com o suspeito detido
A Polícia Civil, por meio de agentes da 17ª Delegacia Seccional de Itaporanga, no Sertão da Paraíba, localizada a 429 km de João Pessoa, cumpriu, na tarde da quarta-feira (20), na cidade de Coremas, também no Sertão, a 390 km da Capital, um mandado de busca e apreensão na residência de um homem de 36 anos, suspeito de comercializar de maneira ilegal armas de fogo na região. Com o homem preso, foi encontrada uma espingarda que pode ter sido usada para matar um casal.


O detido começou a ser investigado depois que algumas informações foram repassadas para os policiais da área pelo telefone 197, Disque Denúncia da Secretaria da Segurança e da Defesa Social. Segundo as ligações, um homem que morava na zona rural de Coremas estaria vendendo armas para criminosos.

O trabalho de identificação do suspeito pelo crime começou há cerca de 30 dias. Várias buscas foram realizadas e, nessa terça-feira (19) os agentes de investigação, coordenados pela delegada Silvia Alencar, conseguiram descobrir o local onde o homem morava. Depois de algumas horas de campana, foi observada uma movimentação estranha na casa, comprovando que alguma coisa era comercializada no local.

Para descobrir o que acontecia no interior da residência, foi pedido um mandado de busca e apreensão à Justiça. De posse do documento, os policiais entraram no sítio Riacho da Onça, na localidade Pau Ferrado, surpreendendo o suspeito. No local foi encontrada uma espingarda calibre 12 de cano serrado. Os policiais também apreenderam cinco cartuchos de calibre 12 intactos e vários saquinhos plásticos e fita isolante. Apesar dos sacos serem geralmente usados para embalar entorpecentes, nenhuma droga foi encontrada no local.

A espingarda calibre 12 que estava com o homem preso tem as mesmas características da arma usada para praticar o homicídio de um casal registrado em Coremas. O crime, de acordo com testemunhas, foi praticado por dois homens encapuzados que estavam em uma moto preta. Eles abordaram as vítimas e disparam vários tiros. Depois de cometer o crime, os suspeitos teriam fugido na direção do município de São José da Lagoa Tapada, no Sertão, a 462 km de João Pessoa.

Na época foram realizadas várias diligências, mas, até agora, a polícia ainda não conseguiu identificar nem descobrir o motivo do crime. “Se for comprovado que a arma apreendida hoje foi a usada para matar este casal, será uma pista importante para chegar até os responsáveis por este crime. A espingarda já foi encaminhada para o Instituto de Polícia Científica, onde será submetida ao teste de confronto balístico”, disse o delegado seccional de Itaporanga, Glauber Fontes.

O homem detido não informou à polícia como conseguiu a espingarda, que estava com a numeração raspada, e nem quis falar se ela foi usada para cometer o duplo homicídio. Ele foi ouvido na delegacia e autuado por posse ilegal de arma de fogo de uso restrito. Depois foi encaminhado para a Cadeia Pública de Coremas, onde vai ficar aguardando decisão da Justiça.



Fonte: portalcorreio
Reações:

0 comentários :

Postar um comentário

Obrigado por seu comentário! Ao ser aprovado será publicado.