Associações cobram atualização salarial com protesto e abre mesa de negociação com Governo

Policiais e bombeiros militares estiveram reunidos, na tarde desta segunda-feira (17), com representantes do Governo do Estado para tratar da atualização salarial. Insatisfeitos com o assunto, as categorias estiveram mobilizados o dia inteiro em frente ao Centro Administrativo do RN, inclusive com paralisação das atividades em todo o Estado. 

No final da manhã, representantes dos militares iniciaram a reunião, que, de concreto, trouxe o estabelecimento de uma mesa de negociações, que deve ser iniciada a partir desta quarta-feira (19),às 15h. 

No encontro desta segunda-feira foi firmado o compromisso de que o Governo deve encaminhar, até setembro de 2019, à Assembleia Legislativa um projeto de lei com a proposta de atualização salarial, com percentuais em forma de reajuste. 

Além disso, o Governo informou que as folhas em atraso (salários de dezembro e 13° de 2018) deverão ser quitadas ainda neste ano. Em julho, o Executivo comprometeu-se, ainda, de implantar os níveis remuneratórios e as promoções que foram publicados e estão em atraso. 

Vale salientar que a mesa de negociação vai contar com a participação de todas as associações militares de bombeiros e militares, de representantes do Governo, bem como da Ordem dos Advogados do Brasil, Seção do RN (OAB/RN). 

“Um dos pontos que nós, enquanto representantes das entidades associativas, não abrimos mão é da anistia dos nossos policiais, de modo que aqueles que participaram do movimento não sofram qualquer forma de punição”, disse o presidente da Associação de Praças da Polícia Militar do Agreste do RN, Guinaldo Lira. 

Assecom ASSPRA PMRN




0 comentários :

Postar um comentário

Obrigado por seu comentário! Ao ser aprovado será publicado.